Mãe de cinco crianças desabafa: “Me sinto sortuda ao dormir 1 hora por noite”

Crystal Milutinovic, de 29 anos, deu à luz trigêmeos em 2018 depois de já ter tido outros dois filhos, de 4 e 6 anos

Resumo da Notícia

  • Uma mãe de cinco filhos fez um desabafo sincero nas redes sociais sobre a rotina cansativa com tantas crianças
  • Crystal Milutinovic, de 29 anos, deu à luz trigêmeos em 2018 depois de já ter tido outros dois filhos, de 4 e 6 anos
  • Ela e o marido, Marco, dizem que se sentem sortudos ao conseguir dormir uma hora por dia

Uma mãe de cinco filhos fez um desabafo sincero nas redes sociais sobre a rotina cansativa com tantas crianças. Crystal Milutinovic, de 29 anos, deu à luz trigêmeos em 2018 depois de já ter tido outros dois filhos, de 4 e 6 anos. Ela e o marido, Marco, dizem que se sentem sortudos ao conseguir dormir uma hora por dia.

-Publicidade-
O casal conta a rotina pelo Tiktok (Foto: Reprodução / Instagram)

Pelo TikTok, Crystal contou sobre a rotina noturna com tantos bebês na casa: “São 23h30 e as crianças estão dormindo, eu estava limpando as coisas e agora vou para a cama, tento dormir um pouco enquanto meu marido vai dar outra mamada para os bebês, com o leite que acabei de tirar Provavelmente todos eles vão acordar em uma ou duas horas. ”

O casal conta a rotina pelo Tiktok (Foto: Reprodução / Instagram)

A próxima parada é às 3h da manhã. A mãe acorda para bombear o leite e alimentar os três bebês, aproveitando para trocar as fraldas sujas. A mesma coisa se repete às 4h30 e pouco tempo depois, às 6h. “Eu lavei a bomba, os bebês são alimentados e o alarme do meu marido vai tocar”, diz Crystal nas redes sociais.

-Publicidade-
O casal conta a rotina pelo Tiktok (Foto: Reprodução / Instagram)

Crystal e o marido também usam as redes sociais para conscientizar os casais sobre a cerclagem transabdominal, um procedimento que ajuda a prevenir o parto prematuro. O assunto é abordado com grande importância, já que antes da chegada dos bebês a britânica havia sofrido dois abortos de gêmeos, cuja a única sobrevivente foi Lana, irmã do meio de Demitirje, Malina, Kostadin e Aleksija.