Mãe de dois é agredida por vizinho, não resiste e marido desabafa: “Vivia para as filhas”

A mulher deixou, além do parceiro, Charles, duas filhas, uma de sete meses e outra de três anos

Resumo da Notícia

  • Aline dos Santos Viana, de 32 anos, perdeu a vida em São Vicente, no litoral de São Paulo
  • A mãe não resistiu a ataque do vizinho que morava no mesmo andar que ela
  • Ela deixou, além do parceiro, Charles, duas filhas, uma de sete meses e outra de três anos

Aline dos Santos Viana, de 32 anos, perdeu a vida em São Vicente, no litoral de São Paulo. A mãe não resistiu ao ataque do vizinho que morava no mesmo andar que ela, mas que os dois eram apenas conhecidos ‘de vista’. Um vídeo mostra o momento em que Washington Andrade de Jesus, de 36 anos, dá um soco em Aline e a arrasta para a escadaria do prédio, onde ela foi encontrada sem vida.

-Publicidade-

Após o crime, com a chegada da polícia, o agressor incendiou o próprio apartamento, se jogou do 7º andar e morreu no local. Segundo o marido da vítima, Charles, que tentou explicar o motivo do ocorrido, o homem havia brigado com a namorada no mesmo dia e que ela saiu da casa dele por isso.

“Ele brigou com a mulher dele neste mesmo dia […] acho que ele não conseguiu bater na mulher dele, que saiu de casa, e ele pegou a minha mulher. Acho que a minha mulher sofreu o que a mulher dele não sofreu“, explicou o marido. Ainda segundo ele o casal não tinha nenhuma proximidade com o vizinho, mas que ele nunca tinha ido com a cara dele.

A mãe não resistiu a ataque do vizinho (Foto: Reprodução/ G1)

Para ele, Aline nunca falou sobre alguma atitude que pudesse apontar traços de violência ou perseguição do vizinho com ela. “Eu acho que ele ficou de olho no tempo que ela ia sempre pro trabalho e atacou ela nesse momento”, disse. “Se cuidem, mulheres, vocês não estão seguras em lugar nenhum. A minha esposa foi uma mulher cem por cento maravilhosa. Tivemos duas filhas lindas. Era uma família feliz, mas o inimigo que mora ao lado não curtiu”, desabafou.

Charles ainda comentou que saiu do apartamento onde morava com a esposa há mais de um ano e disse que está sendo muito difícil viver sem ela. “Está muito difícil. Eu vivia pra ela, ela vivia pra mim e a gente vivia para as nossas filhas. Nunca imaginei que fosse acontecer isso. Eu via isso em TV mas nunca pensei que isso fosse acontecer comigo”.