Mãe de Juliette faz tour no apartamento da filha e mostra todos os detalhes em vídeo

Dona Fátima, mãe de Juliette que está participando do Big Brother Brasil 2021, gravou um vídeo mostrando onde a filha mora com a amiga em João Pessoa, na Paraíba

Resumo da Notícia

  • Dona Fátima mostrou os detalhes do apartamento de Juliette
  • Em um vídeo, ela fez um tour pelo local onde a filha mora com a amiga, Lara
  • Juliette é uma das participantes do Big Brother Brasil 21

Na última sexta-feira, 5 de março, dona Fátima, mãe da participante Juliette do BBB21, mostrou os detalhes do apartamento que a filha mora com a amiga, Lara, em João Pessoa, na Paraíba. Em um vídeo, ela gravou um tour e compartilhou os cômodos do lugar.

-Publicidade-
Juliette divide o apartamento com a amiga, Lara, em João Pessoa (Foto: Reprodução / Instagram)

Na cozinha, Fátima mostrou a cuscuzeira da filha e, na sala, ela contou sobre os cactos de Juliette, que deram origem ao emoji nas redes sociais. Já no quarto da advogada, a mãe falou sobre os livros e também apontou para as maletas de maquiagem.

Além de advogada, Juliette também é maquiadora. “Vou fazer um sorteio que ela não vai precisar mais, não”, brincou dona Fátima quando mostrou os produtos de beleza da filha. “Aqui é o canto da Juliette. Não sei depois que ela sair de lá se vai continuar, porque eu arrumo minhas coisas num 10”, concluiu.

Saiba como fazer o cuscuz nordestino, que virou discussão entre Juliette, Gil e Fiuk

O cuscuz nordestino deu o que falar na casa do Big Brother Brasil no último domingo, 28 de fevereiro, depois de uma discussão envolvendo Juliette e Fiuk. A confusão começou na cozinha da xepa, quando o brother usou farinha de milho flocada para preparar uma farofa para o almoço. Ao ver a cena, a paraibana explicou para o ator que o ingrediente precisava ser hidratado ao vapor para não ficar duro.

O filho de Fábio Jr. não aceitou muito bem a bronca e disse que se lembrava do cuscuz branco, diferente do grão que eles tinham em mãos. Embora a versão que Fiuk esteja se referindo realmente exista na África e seja até reconhecida como Patrimônio Imaterial da Humanidade pela UNESCO, a receita nordestina costuma usar a farinha de milho flocada para o preparo da iguaria local.

Juliette chegou a se emocionar sobre o assunto horas depois. Não é para menos: o cuscuz é um dos maiores símbolos culturais de sobrevivência do povo nordestino, segundo o pesquisador Câmara Cascudo, no livro “A História da Alimentação no Brasil”. A própria página do Instagram da maquiadora resolveu compartilhar um vídeo com o passo-a-passo da delícia nesta terça-feira. Mas já que o assunto está dando fome, vamos logo para a receita do chef Carlos Ribeiro.

Ingredientes

  • 2 xícaras de farinha de milho em flocos;
  • 1 xícara de água;
  • Sal a gosto.

Preparo

  • Misture todos os ingredientes em uma tigela e deixe descansar por 10 minutos, até que dobre de volume.
  • Em uma panela de cozimento a vapor  – ou cuscuzeira – , coloque água na base e distribua a massa no recipiente com furos. Tampe e leve ao fogo baixo por 15 minutos ou até cozer.
  • Coloque o cuscuz em um prato de base larga e forme um montinho. Em seguida, tampe com um pano de prato limpo e dê um pó na parte de baixo. Apoie o prato sobre as bordas de uma panela pequena com água fervente até a metade. Tome cuidado para que o cuscuz fique virado de cabeça para baixo, sem tocar na água.
  • Deixe cozinhar por 15 minutos em fogo baixo. Quando estiver pronto, faça o teste do garfo: se o talher sair limpo depois de espetado na mistura, significa que está pronto!