Mãe de Lucas fala sobre surto do policial antes de morrer: “Era muito peso na cabeça dele”

Lucas Valença teve um surto em uma viagem em família e levou um tiro em baixo do peito, o caso está sendo investigado

Resumo da Notícia

Lucas Valença morreu ao ter um suposto surto e levar um tiro em baixo do peito Ele era policial federal e ficou famoso após participar de prisão do ex deputado, Eduardo Cunha A mãe de Lucas disse que a família tem um histórico de tragédias

A mãe do policial federal Lucas Valença, que foi morto, defendeu que o caso foi legítima defesa por parte do auxiliar almoxarifado que matou ele no início de março. A pastora Maurícia Valença disse que sabia já da história e morte do filho. Ele morreu com um tiro em baixo do peito, quando teve supostamente um surto psicótico e tentou invadir um domicílio.

-Publicidade-
O policial federal morreu após um possível surto psicótico
O policial federal morreu após um possível surto psicótico (Foto: Reprodução/ Instagram @lucas.valenca.pf)

“Foi em legítima defesa. Esse rapaz é inocente. Eu não tenho nenhuma dúvida disso. Ele agiu porque não era fácil sustentar uma situação dessa. Ele agiu em legítima defesa. Ele não é culpado” falou a pastora.

A Polícia Civil acusou o homem que atirou no policial por posse ilegal de arma, pois ele estava com uma arma de cano longo, sem documentação e modificada. Porém, o delegado do caso, Alex Rodrigues, disse que teve legítima defesa a ação. O inquérito foi remitido não última terça, 12 de abril.

Morte de Lucas

O policial Lucas Valença ficou conhecido coro participar da prisão do ex-deputado federal Eduardo Cunha. Conforme relatos da família, ele tinha uma vida normal e o surto que teve não houve explicações, pois era sem precedentes.

“Dois anos atrás, ele teve um surto, mas não chegou perto do que aconteceu. Ele iniciou tratamento, mas o psiquiatra achou que ele estava muito bem, que poderia ser um episódio isolado. O médico teria dito que não era necessário (continuar o tratamento). Ele não tinha chegado em diagnóstico nenhum de patologia psíquica” falou a mãe do rapaz.

O policial tinha 36 anos
O policial tinha 36 anos (Foto: Reprodução/ Instagram @lucas.valenca.pf)

Infelizmente, a família de Lucas tem um histórico de tragédias. O pai biológico de Lucas morreu quando ele tinha 3 anos de idade. Um irmão morreu com 19 anos e o outro irmão ficou paraplégico. A mãe dele disse que era muito peso na cabeça dele.