Mãe de Paulo Gustavo relembra 1 ano da morte do filho: “Nem tudo passa”

Déa Lúcia publicou um texto emocionante nas redes sociais, relembrando o 1 ano da morte do filho, Paulo Gustavo. A mãe também abriu o coração sobre a saudade que ainda sente do ator

Resumo da Notícia

  • Hoje completa 1 ano da morte de Paulo Gustavo
  • A mãe do ator se pronunciou nas redes sociais com um texto emocionante
  • Déa Lúcia abriu o coração sobre a saudade que sente do filho

Hoje completa 1 ano da morte de Paulo Gustavo, e a mãe do ator se pronunciou nas redes sociais com um texto emocionante. Déa Lúcia abriu o coração sobre a saudade que sente do filho, e Thales Bretas, marido e pai dos filhos de Paulo Gustavo, também prestou uma homenagem.

-Publicidade-

“Um dia a saudade deixa de ser dor e vira história para contar e guardar para sempre. Algumas pessoas são sim eternas dentro da gente”, disse ela na publicação em seus stories.  Minutos depois ela publicou um texto curto em seu feed do Instagram: “Não é verdade que tudo passa… Tem coisas que ficam dentro de nós para sempre”, dizia. Na legenda, Déa Lúcia completou: “Muitas saudades de você, meu filho”.

A mãe de Paulo Gustavo prestou homenagem ao filho nas redes sociais
A mãe de Paulo Gustavo prestou homenagem ao filho nas redes sociais (Foto: Reprodução/Instagram @dealucia66)

Thales Bretas também prestou uma homenagem ao falecido companheiro, ele citou como a perda do ator foi triste para ele, assim como para o Brasil todo, e agradeceu por ele ter dado dois anjos de presente, que são os filhos do casal, Romeu e Gael, que estão com 2 anos.

“Hoje, 04 de maio, completa um ano que meus sonhos e projetos tiveram um freio de mão puxado bruscamente. Em 2021, em meio à pandemia de Covid, vivi a partida do meu marido, companheiro de vida, pai dos meus filhos, com o qual passei muitos dos meus melhores momentos, realizei os meus maiores sonhos e idealizei tantas coisas por muitos e muitos anos ainda por vir. De repente, não pela primeira vez (e provavelmente nem pela última), percebi que os projetos na Terra não são só nossos, e que talvez há planos maiores a serem cumpridos – provavelmente em outro plano.”, começou o texto.