Mãe desabafa após filha de 6 anos pedir para ser amamentada outra vez

A menina pediu para ser amamentada novamente após ver o irmão mais novo, de dois anos sendo amamentado pela mãe

Resumo da Notícia

  • Ao dar à luz ao segundo filho e começar o processo de amamentação, a filha mais velha, de seis anos, decidiu que queria voltar a ser amamentada
  • A menina pediu para mamar novamente após ver o irmão de dois anos ser amamentado
  • A mãe e o pai decidiram dar mais atenção para a filha, mas ela ainda insiste em querer ser amamentada

Uma mãe, abriu o coração e fez um desabafo sobre o filha mais velha. Ao dar à luz ao segundo filho e começar o processo de amamentação, a filha mais velha, de seis anos, decidiu que queria voltar a ser amamentada. “No momento, ainda amamento meu filho de 25 meses – estávamos desmamando lentamente antes da pandemia, mas agora que quase sempre estamos em nosso pequeno apartamento na cidade, ele se recuperou e mamava alegremente sempre que desejava. Em geral, quase sempre fico feliz em amamentar sob demanda. Amamentar sempre foi simples e fácil para mim, e meus dois filhos gostaram”, começou.

-Publicidade-
O bebê de 25 semanas está sendo amamentado e a filha de seis anos decidiu que quer também (Foto: reprodução/ Getty Images)

E continuou: “Tínhamos desmamado nossa filha mais velha, de quase 6 anos, quando ela tinha um ano. Mas agora ela quer ser amamentada! Isso acontece quase todos os dias. Ela me surpreendeu ao trancar várias vezes (como quando se esgueirou e pulou meu seio livre enquanto estou alimentando a criança) e quando eu gentilmente tenho conversas sobre por que ela gostaria de ser amamentado, ele  fica tão relaxado e um olhar sonhador aparece nos olhos, e ela diz “Oh, é tão macio e o leite é tão quente e gostoso”, contou segundo a Slate.

A mãe ainda contou a reação ao ver o filha de seis anos desejando ser amamentada novamente. “Estou completamente perplexa! Nunca imaginei ter um filho desta idade com vontade mamar novamente, muito menos ser capaz de articular seu raciocínio com tanta clareza. E ela realmente parece tão magoada quando tento explicar que ela é uma menina crescida agora e tem tantas outras coisas boas para comer. Ela está definitivamente triste com isso. Honestamente, eu faço bastante leite para satisfazê-la ocasionalmente. Mas estou completamente assustado sobre como isso pode afetá-la. Quer dizer, o que é pior: amamentar uma criança de 6 anos e fazê-la perceber como isso é estranho quando ela fica mais velha ou negar uma criança de 6 anos sem um bom motivo e fazê-la se sentir rejeitada e excluída”, desabafou a mãe.

-Publicidade-

Atenção

O pai também tentou explicar para a filha que ela não precisava ser amamentada e tentou dar mais atenção para a filha. “Meu marido e eu tentamos explicar que garotas grandes conseguem fazer tantas coisas legais que uma menina de 25 meses não consegue e seguiram esse caminho … sem sucesso. Nós também tentamos dar-lhe atenção extra e abraços e beijos e carinhos, mas ela realmente quer mamar. Também demos a ela toneladas de leite de verdade (quente também), mas simplesmente não é o que ela está quer”, disse.

A mãe ainda pediu ajuda para alguns internautas. “Se você conhece uma ótima maneira de negar a uma criança de 6 anos um seio funcional e que não machuque ela emocionalmente, durante a situação que já é estressante devido uma pandemia, ou se você acha que há mesmo uma chance de amamentar uma criança de seis anos e que não tenha problemas, por favor nos avise!”, finalizou.

Amamentação tardia

A OMS (Organização Mundial da Saúde) recomenda que as mães amamentem exclusivamente por 6 meses e, depois da introdução de outros alimentos, até os 2 anos ou mais, sem especificar limite. Não existe uma fórmula secreta ou uma regra geral, cada mãe vai fazer o desmame do seu próprio jeito. Porém, o mais importante é que ela queira parar de amamentar de verdade.

O segredo é fazer tudo de maneira calma e gradativa, com a mãe sempre se sentindo segura com a decisão. Também é importante que a decisão seja tomada junto com o pediatra para que não interfira na saúde do bebê.  A Pais&Filhos acredita que amamentar tem que ser bom para a mãe e para o filho. Não importa o jeito, desde que seja o seu.

O 9º Seminário Internacional Pais&Filhos – A Tal da Felicidade está aí! Ele vai acontecer no dia 19 de agosto, completamente online e grátis. Serão oito horas de transmissão ao vivo e você pode acompanhar tudo neste link aqui. Esperamos por você!

-Publicidade-