Mãe desabafa após ser proibida de jogar fralda suja do filho no lixo do avião durante voo

Ela contou que um comissário deu uma bronca nela e ainda falou que ela entraria em uma lista de exclusão aérea

Resumo da Notícia

  • Mãe desabafa após ser proibida de jogar fralda suja do filho no lixo do avião
  • Ela contou que um comissário deu uma bronca nela e ainda falou que ela entraria em uma lista de exclusão aérea
  • O comissário teria falado que a fralda suja era um 'risco biológico'

Uma mãe se abriu sobre se sentir ‘humilhada’ depois que a equipe da companhia aérea supostamente a proibiu de jogar a fralda do filho no lixo do avião e ainda a colocou em uma lista de exclusão aérea.

-Publicidade-

No meio de um voo da Mesa Airlines de Houston para Montana, Farah Naz Khan foi até a parte de trás do avião para trocar a fralda do bebê antes de descartá-la no lixo. No entanto, a mulher de 34 anos diz que foi parada por um comissário de bordo, que gritou com ela e disse que se desfazer da fralda suja era um ‘risco biológico’.

Mãe desabafa após ser proibida de jogar fralda suja do filho no lixo do avião durante voo (Foto: Getty Images)

Farah perguntou ao homem se ele gostaria que ela pegasse a fralda da lata de lixo, ao que ele disse que sim, deixando-a ‘humilhada’ e ‘menosprezada’, enquanto vasculhava o lixo para encontrá-la. No entanto, o constrangimento se transformou em raiva, quando ela falou com um segundo comissário de bordo, que lhe disse que ela não tinha feito nada de errado.

Ela tentou falar com o primeiro comissário de bordo sobre o que havia acontecido, mas ele disse ao segundo que “não queria negociar com ela”, então, em vez disso, Farah decidiu registrar uma reclamação. Horas depois, Farah diz que recebeu um telefonema do comissário de bordo, que disse que ela havia sido colocada em uma lista de exclusão aérea como resultado do incidente.

“Eu reconheci a voz. Ele disse: ‘Devido a um incidente de risco biológico no avião hoje, colocamos você na lista de exclusão aérea’. Isso me deixou com muita raiva, porque sofri a experiência humilhante. Eles estão me colocando em uma lista de exclusão aérea? ” ela disse, em entrevista ao Mirror.

Ela seguiu fizendo que falou para o comissário em questão que não jogou a fralda no lixo, que tinha feito questão de pegá-la e ficar segurando até que o voo pousasse, para jogar fora no aeroporto. Segundo Farah, o comissário começou a insultá-la durante o telefonema, dizendo-lhe: “Vocês trazem seus filhos para todos os lugares. Não sabem que algumas pessoas só querem um voo tranquilo e não querem ouvir seus filhos?”. Depois do ocorrido, a companhia aérea disse que está investigando o caso.