Mãe desabafa após sogros furarem orelha da filha dela sem autorização: “Sabiam que não queríamos”

Ela fez um relato para contar a situação e completou falando que estava muito nervosa com tudo que estava acontecendo

Resumo da Notícia

  • Mãe desabafa após sogros furarem orelha da filha dela sem autorização
  • Ela fez um relato para contar a situação e completou falando que estava muito nervosa com tudo que estava acontecendo
  • No relato, ela contou que os sogros sabiam que ela e o marido não queriam furar a orelha da bebê

Uma mãe proibiu os sogros de ficarem sozinhos com os filhos depois que eles ignoraram as instruções dadas por ela. A mãe de três filhos, que está grávida de um menino, diz que sempre teve dificuldade em se relacionar com a família do marido, pois eles nunca agiram como se se importassem com ela. Apesar disso, ela tentou amenizar as rivalidades, porque queria que os filhos tivessem um bom relacionamento com os avós.

-Publicidade-

Depois de ter dois meninos, ela deu à luz uma menina recentemente. A garota tem um ano de idade e os sogros estão a pressionando para que a família fure a orelha dela o mais rápido o possível, para que ela coloque brincos, conforme o relato publicado pelo jornal Mirror. Segundo o que ela disse, eles a pressionaram porque queriam “arriscar enquanto ela ainda é jovem e não vai se lembrar da dor”.

Mãe desabafa após sogros furarem orelha da filha dela sem autorização: “Sabiam que não queríamos” (Foto: Getty Images)

Ela e o marido, no entanto, tem uma postura bem clara em relação a isso e não querem que a filha tenha a orelha furada no momento. Depois de deixar isso claro, a mãe achou que o problema havia sido resolvido. Ela, então, deixou os filhos sozinhos com os sogros recentemente, enquanto ela e o marido foram comprar roupas de bebê.

“No caminho de volta, ligamos para avisar que estaríamos lá em cerca de 20 minutos. Eles nos disseram que foram ao shopping porque os meninos queriam ir ver os brinquedos e iriam embora para casa, então. Ouvi minha filha chorando ao fundo, mas não me importei muito, já que ela tem apenas 17 meses”, contou a mãe, no relato.

“Quando chegamos na casa deles, então, precisamos esperar um pouco, porque eles estavam a caminho. Alguns minutos depois eles chegaram, felizes em nos ver. Os olhos da nossa filha estavam vermelhos de tanto chorar, então eu peguei ela no colo para aconchega-la e perguntei o que havia de errado. Foi então que eu vi. Meus sogros furaram as orelhas dela”,

“Eles sabiam que não queríamos que isso fosse feito ainda, pois nos disseram várias vezes para ‘aproveitar a chance enquanto ela é jovem e não vai se lembrar da dor’ e todas as vezes que dissemos: ‘não, queremos que seja uma escolha dela, quando ela tiver idade suficiente'”, contou a mãe. No relato, ela ainda desabafou dizendo que ficou muito brava com a situação e que gritou com os sogros. Eles, porém, não se desculparam e, depois da confusão, a família foi para casa se acalmar.

No dia seguinte, ela entrou em contato com os sogros para se desculpar por ter gritado, mas ressaltou que a atitude era “inaceitável”. Os sogros, no entanto, revidaram. “Eles ainda não viram nada de errado com isso e me chamaram de hormonal e irracional”, finalizou.