Mãe desabafa sobre não conseguir amamentar por tamanho dos seios: “É muito frustrante”

Elizabeth Catlin de Swadlincote em Derbs deu uma entrevista ao Mirror contando que sempre sofreu com o tamanho dos peitos e até perdeu amigas por conta dessa característica

Resumo da Notícia

  • Elizabeth Catlin desabafou sobre como o tamanho dos seios atrapalham na rotina
  • A mãe contou que nem amamentar a filha conseguiu
  • Os seios causam muita dor nas costas e restringe os movimentos da mãe

Elizabeth Catlin, 32, contou em entrevista ao Mirror que desde nova os seios sempre foram muito grandes, e desde então não pararam de crescer. Na adolescência ela disse que era legal, mas hoje em dia ela sofre demais com dores nas costas e na própria região dos seios.

-Publicidade-

A mãe contou que não conseguiu nem amamentar a filha pois ela podia sufocar com o peito em cima dela: “Eu realmente queria amamentar minha filha porque pensei que seria uma maneira incrível de criar laços, mas meus seios eram simplesmente grandes demais.”, contou Elizabeth.

“Mesmo agora, o tamanho dos meus seios afeta as coisas que posso fazer com Willow.”, a mãe disse que não consegue correr e brincar com a filha por conta do tamanho dos seios, e isso a deixa muito frustrada. Ela não consegue abraçar e segurar a filha no colo, apenas se for acima do peito, para não sufocá-la.

Elizabeth tem 35 centímetros de busto
Elizabeth tem 35 centímetros de busto (Foto: Reprodução/Mirror)

Elizabeth lutou para encontrar sutiãs que servissem nela, hoje em dia ela só consegue comprar online sob medida, e o preço é bem alto. Ela contou que perdeu amigas por conta dessa característica, e os homens só falam coisas abusivas para ela devido ao tamanho dos seios.

“Eu os odeio. Tenho dores nas costas o tempo todo e a dor física ao tocar, o que obviamente afeta meu tempo com meu marido, Richard, 37.”, contou a mãe. Ela disse que tentou diversas vezes ir ao médico fazer uma cirurgia de remoção, porém todos falam a mesma coisa para ela, que ela deve perder peso.

“Não importa o meu peso, sempre tive seios grandes, mesmo quando tinha 10 quilos ainda tinha seios grandes.”, desabafou a mãe. Ela criou uma vaquinha online para as pessoas ajudarem ela a arrecadar dinheiro para fazer a cirurgia sozinha.

“Não posso deitar de costas porque elas são muito pesadas, não posso deitar de barriga para cima porque é muito doloroso. Tenho que deitar de lado e mesmo assim tenho que posicionar fisicamente os seios com as mãos. Eu adoraria apenas fazer coisas simples, como caminhar com a minha filha e usar tops de gola.”, finalizou a mãe.