Família

Mãe, desabafar faz bem e é uma prática importante: “Ao demonstrar sentimento, a pessoa se torna mais forte”

A psicóloga explicou o porquê você deve colocar para fora - Getty Images
Getty Images

Publicado em 24/07/2019, às 09h12 - Atualizado em 30/01/2020, às 19h27 por Yulia Serra, Editora de conteúdo especializado | Filha de Suzimar e Leopoldo


A psicóloga explicou o porquê você deve colocar para fora (Foto: Getty Images)

“Guardar os sentimentos não faz com que eles desapareceram”. Seguindo esse princípio, a psicóloga especialista em família Renata Bento, mãe do João Pedro e do Eduardo, lembra a importância de extravasar de alguma forma. 

Quando a mulher se torna mãe, é comum que o foco seja direcionado para o bebê e isso faz com que ela não se sinta no direito de assumir que também precisa de atenção. Por isso, a especialista enfatiza: “Não existe super mulher e nem super mãe”. 

É importante ter um espaço para falar das inseguranças e angústias da maternidade. Ter uma rede de apoio facilita a mãe encontrar o seu próprio estilo materno, por isso ela elogia a iniciativa do site Antes de Mim, que destina um local para que as mães possam escrever sobre os pensamentos anonimamente. 

“O fato da mulher não se identificar possibilita a exposição do problema e não a exposição pessoal”, acrescenta. E as outras que acompanham as publicações podem se identificar e entender que não é um sentimento exclusivo

Como a maternidade é um momento da vida bastante idealizado, essa conversa se torna fundamental. “Encontrar outras mães que de forma verdadeira possam trocar experiências boas e ruins é um alento e poderá ser enriquecedor”, conta. 

Considerando que outras mulheres podem reagir aos comentários com “Eu também”, “Abraçar” ou “Curtir”, fica ainda mais interessante a troca. Esse espaço possibilita a circulação de novas ideias e perspectivas

Mas muito além da ajuda como grupo, há a ajuda individual. “Ter a noção da próprias dificuldades e conversar sobre elas é mais do que meio caminho andado para buscar formas de administrar e resolver”, opina. 

É normal que as pessoas tenham vergonha em reconhecer os sentimentos, principalmente os que são considerados negativos e expor eles permite que não fuja. Além de ser uma forma de reavaliar essas emoções. 

Mas Renata faz questão de ressaltar que desabafar não significa tratar o problema. Para ajudar de fato a mãe a ver as questões positivas dentro das dificuldades da maternidade, a melhor saída é procurar um especialista e seguir o cuidado indicado. 

Por hora, a psicóloga dá quatro dicas para melhorar a relação familiar:

  • Ter tempo para si mesma: é preciso reservar um tempo para fazer coisas que te dêem prazer;
  • A conversa em casa é essencial: é importante separar um tempo para conversar;
  • Ser casal e ser mãe e pai: os casais precisam de um momento juntos para falar sobre assuntos que não dizem respeito ao filho;
  • Ter a mesma conduta educacional com os filhos: os pais podem discordar, mas é importante que sigam as mesmas regras com a criança. 

Por fim, Renata comenta que falar sobre a dor pode ajudar a ressignificar esse trauma e, apesar dele, experimentar a vida com mais alegria. “Não é fraqueza demonstrar sentimentos. Ao saber sobre cada um deles, a pessoa se torna mais forte”, conclui.

Leia também:

Empreendedora vende roupas do filho online depois de esperar 18 anos para se tornar mãe

Mãe de gêmeos decide desapegar online: “Empreender faz bem para o nosso espírito”

Mãe une desapego e sustentabilidade criando loja em brechó online


Leia também

Sasha tem dois irmãos por parte de pai - reprodução / Instagram

Família

Sasha Meneghel abre o jogo e fala sobre relação com os irmãos: “Tive que dar uma regulada nisso”

Lore Improta disse quando pretende ter o segundo bebê - (Foto: Reprodução/Instagram)

Família vai aumentar! 👨‍👩‍👧‍👦

Lore Improta fala sobre a chegada do 2º filho com Léo Santana: 'Curtir nossa família'

Virginia mostra mochila que filha escolheu para escola - (Foto: reprodução/Instagram)

Família

Virginia compra mochila de quase R$ 1 mil para filha de 2 anos levar para escola

Wanessa vive na mansão da mãe - (Foto: Reprodução/Instagram)

Família

Wanessa Camargo mora em mansão luxuosa da mãe após separação e 'problemas financeiros'

“Eu odeio o nome da minha filha” diz pai que já mudou o nome da bebê, mas que ainda se arrepende - Freepik/freepic.diller

Bebês

“Eu odeio o nome da minha filha” diz pai que já mudou o nome da bebê, mas que ainda se arrepende

Alok faz anúncio em vídeo no Instagram - (Foto: reprodução/Instagram)

Família

Alok compartilha vídeo em família para anunciar: "Agora somos 6"

Davi mora na periferia de Salvador - (Foto: Reprodução/Instagram)

Família

Esposa de Davi, do 'BBB 24', mostra casa humilde onde eles vivem na periferia de Salvador

Registro feito por Ana Paula Siebert ao lado de Roberto Justus - Reprodução/Instagram

Família

Roberto Justus fala sobre desgaste no relacionamento com Ana Paula Siebert: “Ela odeia”

Receba o melhor do nosso conteúdo em seu e-mail

Cadastre-se, é grátis!