Mãe descobre que filho está fazendo bullying com colega de classe e reage da melhor forma

Para a mãe aquilo era inaceitável pois ela também sofria bullying na época do colégio

Resumo da Notícia

  • Uma mãe compartilhou como descobriu que o filho fazia bullying com um colega
  • A mãe havia perguntado ao filho o que aconteceu mas o menino destorceu os fatos
  • Após descobrir a verdade a mãe tomou a melhor decisão

Como temos certeza de que todas as mães irão concordar, uma parte fundamental de ser pai significa tomar instintivamente o lado do filho em qualquer tipo de conflito. Então, quando o filho de sete anos dessa mãe alegou que foi repreendido por um dos pais na escola, ela ficou horrorizada.

-Publicidade-

Em um vídeo viral do TikTok, a mulher explicou como o filho lhe disse que havia “acidentalmente” derrubado os óculos do colega de classe no ônibus escolar. E, naturalmente, ela não pensou em questionar se ele estava mentindo. A mãe disse: “Eu acreditei em cada palavra que saiu da boca dele. Fiquei tão chateada que um pai achou que era aceitável ameaçar meu filho de sete anos.”

Antes de confrontar o pai da criança, a mãe pensou em perguntar ao motorista do ônibus se eles viram o que aconteceu , e ele tinha uma história muito diferente. Ela continuou: “Acho que meu coração nunca esteve tão partido. Ele me explicou que esta criança é pesada e não pode descer do ônibus rapidamente.

“Ele então me contou como meu filho estava empurrando esse menino pelo corredor porque ele não era ‘rápido o suficiente’.” E se isso não bastasse, o menino disse ao filho da mulher: “Vou o mais rápido que posso.” Ela acrescentou: “Meu filho arrancou os óculos do rosto e os jogou na parte de trás do ônibus”.

Nem é preciso dizer que a mãe ficou arrasada ao saber a verdade sobre o incidente e levou o filho à casa do menino para se desculpar. Foi nesse momento que a mãe descobriu que o filho não havia sido ameaçado – em vez disso, o pai do menino perguntou calmamente por que ele havia jogado os óculos.

Além do mais, os pais decidiram que a melhor maneira de lidar com a situação era reunir os meninos para uma brincadeira depois da escola. Ela disse: “Fui muito intimidada na escola por causa do meu peso e não tolero esse comportamento, e isso não é tolerado.” Mas, apesar da resolução dos pais, o incidente ainda deixou a mãe com dúvidas.

“Não sei para onde ir a partir daqui”, admitiu ela. “Estou obviamente fazendo algo errado.” No entanto, outros pais foram rápidos em elogiar a mãe pela calma e consideração na resposta a uma situação difícil. Um respondeu: “Fale com ele sobre suas experiências, converse com ele sobre como ele fez aquele menino se sentir. Precisamos entender como ensinar empatia a nossos filhos.”

Outro acrescentou: “Se todos os pais reagissem assim quando descobrissem que seu filho é um agressor, em vez de defender o comportamento de seu filho, teríamos menos intimidação.” Enquanto isso, um terceiro escreveu: “O fato de você ter investigado, ouvido e corrigido o comportamento significa que está fazendo algo certo.”