Mãe descobre tumor raro no cérebro da filha após sentir dor de cabeça: “Achei que era gripe”

Uma mãe aterrorizada teme o pior cada vez que sua filha fica com dor de cabeça depois de confundir seus sintomas de câncer com uma gripe

Resumo da Notícia

  • Uma mãe confundiu os sintomas de gripe da filha com um tumor no cérebro
  • A menina de 7 anos estava sentindo dores de cabeça, e logo depois começou a perder muito peso
  • O caso aconteceu m Gwynedd, País de Gales

Ceri Roberts, que mora em Gwynedd, País de Gales, ficou preocupada quando sua filha Indeg, 7, começou a adoecer – mas disse que nunca imaginou que um tumor canceroso fosse a causa. À medida que a pandemia se espalhava em 2020, Indeg começou a mostrar sinais de doença, levando sua mãe e seu pai a buscar possíveis explicações dos médicos.

-Publicidade-

Indeg estava vomitando “de vez em quando”, mas seus pais não estavam muito preocupados depois de saberem que provavelmente era um problema de estômago ou devido à ansiedade. Mas quando Indeg parou de comer e começou a perder peso rapidamente em novembro de 2020, Ceri a levou ao pronto-socorro. A jovem foi encaminhada para um hospital em Bangor, onde uma tomografia computadorizada revelou que Indeg tinha um tumor no cérebro.

Ceri recordou a preparação para descobrir e perceber que Indeg estava enfrentando uma batalha de saúde muito mais séria do que uma simples gripe. Ela disse: “Eu falei para a enfermeira: ‘Eu sei o que você está procurando’, eu sabia que eles estavam procurando um tumor. Em cerca de uma hora, tivemos os resultados de volta e foi quando eles nos disseram.”

A menina foi diagnosticada com um tumor no cérebro
A menina foi diagnosticada com um tumor no cérebro (Foto: Reprodução/Make a Wish/The Sun)

“Quando o médico disse que era um tumor cerebral, eu simplesmente caí de joelhos e chorei – foi como uma experiência fora do corpo”. Devido às restrições do Covid, Ceri era a única com Indeg no hospital e teve que passar a notícia devastadora por telefone. Indeg foi diagnosticado com Ependimoma – um câncer que se forma no cérebro ou na medula espinhal e afeta 30 crianças do Reino Unido anualmente.

No Hospital Infantil Alder Hey de Liverpool, Indeg passou por uma operação de nove horas para remover o tumor. A pequena guerreira então enfrentou um plano de tratamento exaustivo de cinco sessões de quimioterapia e radioterapia, além de terapia com feixe de prótons. Ceri disse ao North Wales News: “Nós nos mudamos para Manchester por dois meses enquanto ela fazia o tratamento, nunca tínhamos ficado longe de suas irmãs antes e estávamos muito longe de casa.”

“Foi muito perturbador estar fora no Natal, e Indeg estava tão mal – embora eu ache que ela tenha lidado melhor do que eu.” Uma vez que ela passou por seus dias mais sombrios, a instituição de caridade ‘Make A Wish UK’ entrou em contato com a família para perguntar se Indeg gostaria de solicitar algo especial.

A mãe acreditava ser apenas uma gripe, mas era um tumor no cérebro
A mãe acreditava ser apenas uma gripe, mas era um tumor no cérebro (Foto: Reprodução/Make a Wish/The Sun)

Tendo profundamente sentido a falta de brincar ao ar livre durante o tratamento, não demorou muito para Indeg decidir que desejava uma estrutura de escalada. Ceri disse: “Brincar ao ar livre e usar a estrutura de escalada realmente a ajudou a superar esses tempos sombrios.

“Foi uma das primeiras coisas que ela disse quando contamos a ela sobre o desejo, ela decidiu que era isso que ela queria muito rapidamente.” A mãe disse que lhe dá alegria ver Indeg e suas irmãs brincando do lado de fora – mas sua batalha pela saúde nunca estará longe da mente de Ceri. Ela concluiu: “Eu sempre vou me preocupar com ela, sempre que ela menciona uma dor de cabeça eu entro em pânico, e o medo de voltar é horrível, mas eu sei que fizemos tudo o que podemos”.