Mãe divide opiniões ao dizer que amigas da filha são má influência: “Quero mudar ela de escola”

Uma mãe está preocupada que as amigas de sua filha a estejam expondo a tópicos maduros e está pensando em mudar ela de escola, mas as pessoas ficaram divididas sobre se isso ajudaria

Resumo da Notícia

  • Uma mãe está preocupada com as amizades da filha na escola
  • A mãe está pensando em mudar a filha de escola
  • Alguns internautas acham que mudar a filha de escola não resolverá o problema

Pode ser difícil saber em que idade é o momento certo para conversar com as crianças sobre sexo e relacionamentos. Mas hoje é ainda mais desafiador, graças à ascensão da internet. Como pai, você pode controlar o que seu filho pode acessar, mas não pode decidir o que seu filho descobre de seus amigos.

-Publicidade-

Uma mãe foi ao fórum ‘Mumsnet’ para expressar suas preocupações de que sua filha de 10 anos estava sendo exposta a coisas “muito maduras para a idade dela”. Ela escreveu: “Minha filha é amiga de algumas garotas. Todas têm 10 anos. Descobri recentemente que essas meninas estão no Tik Tok e no Instagram e aprendem sobre coisas muito maduras. Elas têm discutido essas coisas com minha filha e a fizeram se sentir desconfortável.”

“Falei com os pais de todas as amigas que basicamente acham engraçado e não se incomodam. Estou pensando em mudar minha filha para uma escola diferente por causa disso. Estou sendo dramática demais? Ou há outra maneira que eu deveria estar lidando com isso?”

A mãe está pensando em mudar a filha de escola por conta das amizades
A mãe está pensando em mudar a filha de escola por conta das amizades (Foto: Getty Images)

As pessoas foram rápidas em responder ao dilema. Um comentário dizia: “O problema é que existem crianças assim em todos os lugares. Mesmo se você movê-la, provavelmente encontrará o mesmo problema lá também.” Uma pessoa escreveu: “Complicado. O que faz você pensar que esse é um problema raro e que não está acontecendo em todas as escolas do mundo? Melhor se ela aprender a lidar com essas coisas, talvez?

“Se for pornografia/conteúdo sexual, resolva isso com a escola como questão de proteção.” Outro acrescentou: “Elas serão as mesmas em todos os lugares. Você pode educar os pais sobre o que as meninas estão sendo expostas? Não consigo entender por que os pais dão a crianças tão pequenas acesso não supervisionado à internet. Acho que deve ser classificado como negligência”.

Um quarto acrescentou: “Acho que você pode mover sua filha, mas seria melhor dar a ela as ferramentas para lidar com isso do que escondê-la. Tenha essas conversas difíceis para que ela esteja informada e não se deixe influenciar e fique satisfeita por ela estar falando com você para obter apoio, em vez de presumir que seus amigos estão certos.”