Mãe diz que não deixa filhos emprestarem brinquedos e gera polêmica: “Isso é roubo”

Laura Mazza, de 33 anos, disse que não concorda com a ideia de compartilhar itens, principalmente se as próprias crianças se sentem tristes ao fazer isso

Resumo da Notícia

  • Uma mãe causou polêmica nas redes sociais ao dizer que proíbe outras crianças de usarem os brinquedos dos seus filhos
  • Laura Mazza, de 33 anos, disse que não concorda com a ideia de compartilhar itens
  • A inglesa é mãe de Luca, de 6 anos, de Sofia, de 4, e de James, de 2

Uma mãe causou polêmica nas redes sociais ao dizer que proíbe outras crianças de usarem os brinquedos dos seus filhos. Laura Mazza, de 33 anos, disse que não concorda com a ideia de compartilhar itens, principalmente se os próprios pequenos se sentem tristes ou pressionados a fazer isso.

-Publicidade-
Laura é mãe de 3 filhos (Foto: Reprodução / The Sun)

A inglesa é mãe de Luca, de 6 anos, de Sofia, de 4, e de James, de 2. No relato, ela explica que mudou sua opinião durante um episódio que aconteceu recentemente com a filha. Laura diz que a menina pode ter autismo e está sendo analisada por uma série de médicos durante os últimos meses. Assim como vários portadores da síndrome, ela é especialmente apegada a dois itens: um brinquedo de rato e um cobertor.

A mãe segue contando que levou os filhos para brincar no parque quando percebeu que duas crianças se aproximaram e pegaram o rato de Sofia. Os pequenos teriam pedido o brinquedo à menina, que se recusou a dar. Então os dois irmãos foram falar com a própria mãe, que disse que “compartilhar é cuidar”.

-Publicidade-
Laura é mãe de 3 filhos (Foto: Reprodução / The Sun)

“Então as crianças foram até minha filha, repetiram o que a mãe deles havia dito e pegaram o rato de Sofia. Ela olhou bem para mim com tristeza e meu coração começou a acelerar. Fui até eles e gentilmente pedi para devolvê-los olhando para suas mães enquanto eu dizia isso.A garota me disse‘ mas eu quero, então ela tem que compartilhar ’. E eu disse‘ na verdade ela não quer, é dela, se ela não quer compartilhar, ela não precisa’’”, contou.

Laura disse que não se importava em parecer um “monstro” e que as pessoas deveriam rever a ideia de compartilhar todos os itens de uma criança. “Sempre tive dificuldade em dizer não e esta é uma maneira de ensinar meus filhos a fazer isso”, concluiu a britânica.