Mãe é acusada de fingir câncer para gastar mais de R$ 200 mil de doações em estilo de vida luxuoso

Em Broadstairs, no Kent, uma mulher fingiu ter câncer de ovário para enganar doadores. Nicole Elkabbass, 42 anos, esta sendo julgada por usar dinheiro de doações para gastar em viagens ao exterior, restaurantes e apostas

Resumo da Notícia

  • O caso aconteceu em Broadstairs, no Ken
  • A mulher está sendo julgada pro fraude
  • Ela alega ter acreditado que teria a doença
  • Confira o relato

Em Broadstairs, no Kent, uma mãe fingiu ter câncer de ovário para enganar doadores e gastar mais de R$ 200 mil em estilo de vida luxuoso. Nicole Elkabbass, 42 anos, esta sendo acusada de usar dinheiro de doações para gastar em viagens ao exterior, restaurantes e “apostas pesadas”.

-Publicidade-
A mãe alegou que precisava pagar por um tratamento de câncer para salvar a própria vida (Foto: Reprodução / The Sun)

A mãe alegou que precisava pagar por um tratamento de câncer para salvar a própria vida, e ganhou milhares doações na página do GoFundMe para a conta bancária pessoal. O juiz  Ben Irwin decretou que Nicole não precisa de tratamentos ou ajuda.

Na pagina da publicação descrevia Nicole como uma ‘mãe amorosa’ que foi ‘diagnosticada recentemente’ e que precisava de dinheiro para um tratamento de câncer no ovário. Também tinha uma foto retratando Elkabbass no hospital frágil, deitada em uma maca com olhos fechados e boca aberta. Mas a verdade por trás da foto é em outro contexto! Ela tirada depois que ela passou por uma operação para remover a vesícula biliar.

-Publicidade-

“É tudo mentira”

Nicole usava está foto na pagina para ganhar doações (Foto: Reprodução / The Sun)

Durante o julgamento, diante um júri no Tribunal de Coroa de Canterbury ela confessou que tudo foi uma mentira. “Ela não usou esse dinheiro para tratamento de câncer. O dinheiro que ela recebeu foi, na verdade, para uma variedade de coisas – muitos foram para jogos de basquete, muitos foram para as viagens e para sustentar um estilo de vida luxuoso”, disse o Juiz.

Após a comprovação da mentira com provas, o ex-amigo de Elkabbass, o ginecologista consultor Nicholas Humphrey Morris, negou as alegações de que ele a diagnosticou com câncer. O médico disse ao júri que foi Elkabbass quem o informou que ela havia adoecido e, ao saber que ela havia aberto uma página de crowdfunding, suspeitou de crime.

O amigo ainda explicou que reconheceu o hospital na foto por a cor do papel de parede distinto ao lado da cama, como o Hospital Spencer em Margate, no Kent, pois ele lembrou que o local foi onde ela havia sido tratada para uma operação dois anos antes. “Ela nunca foi minha paciente e nunca me procurou em nenhum hospital ou clínica em que trabalho”, alegou o ex-amigo.

Julgamento

O tribunal também foi informado de que Nicole  supostamente se encontrou com um doador pessoalmente para implorar por mais dinheiro e a pessoa desembolsando quase £ 6.000 (mais de 32 mil)  para o “tratamento”. Outra mulher chegou a doar £ 4.900 (mais de 26 mil).

A acusada, usou o argumento de que ela acreditava honestamente que sofria da doença. O caso ainda não foi finalizado, mas ela nega as acusações. Durante o processo, se espera que três médicos participem como testemunhas especializadas.

Seminário Internacional Pais&Filhos

O 10º Seminário Internacional Pais&Filhos – Quem Ama Cria está chegando! Ele vai acontecer no dia 1 de dezembro, com oito horas seguidas de live, em formato completamente online e grátis. E tem mais: você pode participar do sorteio e ganhar prêmios incríveis. Para se inscrever para os sorteios, ver a programação completa e assistir ao Seminário no dia, clique aqui!

-Publicidade-