Mãe é alvo de críticas ao deixar filho de 8 meses colocar areia e pedra na boca: “Confio na natureza”

Ela usou as redes sociais para mostrar por que deixa o bebê fazer isso. Conversamos com um pediatra do hospital Albert Einsten, que explicou um pouco sobre os limites e benefícios de deixar os filhos colocarem objetos na boca

Resumo da Notícia

  • Mãe é alvo de críticas ao deixar filho de 8 meses colocar areia e pedra na boca
  • Ela falou sobre o assunto em um vídeo no TikTok
  • Dr. André, pediatra do hospital Albert Einstein explica se as crianças podem ou não colocar objetos na boca

Alice Bender, uma mãe vegana de 22 anos que mora em Phoenix, nos Estados Unidos, chamou a atenção dos internautas no TikTok recentemente. Na rede social, a mãe compartilhou alguns vídeos mostrando que deixa o filho, de 8 meses colocar coisas como areia, pedras e até parte do carrinho de supermercado na boca. Nos vídeos, ela conta que autoriza o filho fazer essas coisas por acreditar que faz bem para o sistema imunológico dele, enquanto o leite materno o protege. Conversamos com Dr. André Laranjeira de Carvalho, Pediatra do Hospital Albert Einstein e pai da Sofia, 12 anos, e da Manuela, 7 anos, que explicou que as crianças podem sim se beneficiar desse contato bucal, mas que os pais precisam ficar atentos com alguns objetos. “Principalmente os objetos pontiagudos, muito pequenos e objetos que tenham potencial tóxico, como medicamento e produto de limpeza. Esses produtos em nenhuma hipótese os pais devem deixar perto dos filhos para que eles levem à boca”, pontua.

-Publicidade-

A jovem de 22 anos, que cria o filho como vegano, defendeu o estilo de educação ao insistir que os germes não são nada para se temer – e que é natural que os bebês queiram comer areia. O vídeo logo viralizou e conta com mais de 12 milhões de visualizações no TikTok.

(Foto: Getty Images)

“Eu não tenho medo de bactérias. Na verdade, eu acolho isso. Eu confio na natureza e no meu bebê. Não é por acaso que os bebês têm esse instinto enquanto estão amamentando. Os bebês só têm esse instinto enquanto estão amamentando por um motivo: nosso leite está lá para protegê-los enquanto eles constroem o sistema imunológico. O leite materno é incrível. O leite materno é o medicamento original. É muito superior a qualquer medicamento feito pelo homem”, diz ela no vídeo. A mãe completa as imagens fazendo uma crítica à indústria farmacêutica.

“Não devemos estar em guerra com a natureza. Nós somos a natureza. Percebi que Fern é incrivelmente saudável em comparação com outros bebês. Ele é o primeiro bebê corpulento em nossa família. As pessoas sempre nos elogiam pelo quão saudável, calmo e alerta ele é quando estamos em público”, finalizou ela.

O vídeo rapidamente viralizou e chamou a atenção de vários internautas. Muitos criticaram a posição da mãe. “Eu entendo a importância do sistema imunológico, mas os gravetos e areia podem estar cortando o estômago dele”, pontuou uma internauta. “Você não está preocupado com parasitas? O que você faria para protegê-lo da possibilidade de pegar alguns deles comendo terra?”, pontuou outro. Alguns, porém, concordaram com ela, dizendo que acreditam que os bebês devem ser livres para colocar as coisas na boca. “É assim que cria o sistema imunológico”, escreveu um.

Mas, afinal, pode deixar os bebês colocarem areia e outros objetos na boca?

Dr. André Laranjeira de Carvalho falou também sobre o caso particular da areia. “No caso da areia, a criança pode, por exemplo, na praia, levar a areia na boca. Se essa areia não está com nenhum detrito ou uma quantidade grande de pedras não teria problema promover esse contato, uma vez que ele contribui para o desenvolvimento do sistema imunológico da criança”, continua. Justamente por isso, o médico ressalta a importância dos pais verificarem se a areia onde a criança está brincando não tem conchas ou outros objetos que podem cortar a boca do bebê. “Isso serve também para areia de playgrounds, para que a criança não coloque nenhum objeto pontiagudo na boca”, explica.

E a imunidade, ajuda ou não?

Assim como dito pela mãe, você provavelmente já ouviu por aí que deixar as crianças brincarem e colocar objetos na boca pode ajudar o sistema imunológico. Essa frase comum não é de tão errada assim, como aponta o Dr. André. “É importante que a criança tenha essa liberdade. Não há necessidade de manter o ambiente extremamente limpo. Permitir o contato da criança com o chão, que ela leve brinquedos para a boca, ajuda o sistema imunológico da criança e até desenvolver uma certa resistência com as bactérias do ambiente”, ressalta. Mas, claro, tudo tem seu limite e é importante que você esteja sempre por perto para verificar a segurança dos objetos, para que não haja danos à saúde do bebê.