Mãe é criticada após compartilhar regras rígidas da criação dos filhos: “É para o bem deles”

Alguns internautas acharam que a mãe estava sendo muito controladora com os filhos

Resumo da Notícia

  • Uma mãe foi criticada na internet após compartilhar seu método de criação
  • A mãe tem regras como, nada de festa do pijama ou babá
  • Os internautas acharam que a mãe estava sendo muito controladora com os filhos

Cada pai tem regras diferentes que eles gostam de seguir quando se trata de seus próprios filhos. E uma mãe tem falado muito sobre as diretrizes que ela colocou em prática com as quais os outros nem sempre concordam. Em um pequeno vídeo compartilhado no TikTok, Michaela escreve: “Minhas escolhas parentais com as quais os outros não concordam”.

-Publicidade-

Ela então revelou a lista que inclui nenhuma festa do pijama, tempo de tela ilimitado, nenhuma babá ou creche e futura educação em casa. Em um segundo clipe, Michaela discutiu algumas de suas outras escolhas parentais – e observa como seus filhos comem fast food, não usam máscara e não são forçados a abraçar ou beijar ninguém – nem mesmo a família.

E não demorou muito para que os usuários de mídia social de Michaela fossem para a seção de comentários – com respostas muito variadas. “Diga-me que você é controladora sem dizer que é”, escreveu um, ao qual Michaela respondeu: “Sim, porque proteger meus filhos é muito controlador”.

A mãe compartilhou métodos que outros pais não concordam com ela
A mãe compartilhou métodos que outros pais não concordam com ela (Foto: Reprodução/TikTok)

Um segundo acrescentou: “Há algo de errado com você”, enquanto um terceiro comentou: “Não estou contra você. Sou mãe e sei que cada um faz suas próprias coisas, mas minha pergunta para você é sobre o lado social das coisas.” Enquanto isso, outros aproveitaram a oportunidade para defender as rígidas regras parentais de Michaela.

“Sem babás e sem festas do pijama é literalmente apenas proteção. Meus pais fizeram a mesma coisa”, escreveu um. Um segundo concordou: “Não vou admitir festas do pijama, a menos que seja na minha casa. E ninguém pode cuidar do meu filho, a menos que seja um familiar ou amigo de confiança.”