Mãe é criticada nas redes após escolher passar fim de semana sem os filhos no aniversário

Eimear O’Hagan é escritora e mãe de dois filhos. Nas redes sociais, decidiu contar que estava comemorando os 40 anos de idade com um fim de semana sem a família – e foi duramente criticada por internautas

Resumo da Notícia

  • Uma mulher foi duramente criticada na internet ao contar que escolheu passar um fim de semana sem os filhos como presente de aniversário
  • Eimear O’Hagan é escritora e está completando 40 anos de idade
  • Para comemorar, ela decidiu contar nas redes sociais sobre a viagem que fez sozinha para um resort - e foi duramente criticada nas redes

Uma mãe foi duramente criticada nas redes ao admitir que, de presente de aniversário de 40 anos, escolheu passar um fim de semana longe de toda a família, incluindo os dois filhos. Contudo, o que era para ser uma comemoração se tornou uma dor de cabeça depois que ela passou a gerar polêmica entre os internautas.

-Publicidade-

Eimear O’Hagan é mãe de Ruadhan, de seis anos e de Donnacha, de quatro. Desta maneira, contou ao The Sun como passou os 18 meses de isolamento social cuidando dos filhos sem pausa. “Depois de tanto tempo me dedicando inteiramente a minha família, me ocorreu que a única coisa que eu realmente queria era uma pausa de … bem, de tudo!”.

Diante disso, argumenta, “Mesmo que eu adore minha família, eu não poderia pensar em um presente melhor do que ser temporariamente dispensado de todas as obrigações que toda mãe trabalhadora tem para fazer malabarismos sem parar”, disse. “Ao compartilhar meus planos com meu marido Malcolm, 40, fiquei nervosa. Eu não queria ferir seus sentimentos mas, felizmente, ele achou que era uma ideia brilhante”.

Eimear tirou um fim de semana para si
Eimear tirou um fim de semana para si (Foto: Reprodução/ The Sun)

Assim, Eimear logo reservou a passagem e escolheu o resort que melhor se adaptava às suas preferências. “Não é barato, e eu senti um lampejo de culpa por gastar tanto comigo mesma”, admitiu, “mas eu economizei por meses, e você só faz 40 anos uma vez. Quando o trem partiu, me senti exultante. Eu sabia que Malcolm e nossos filhos iriam desfrutar de algum ‘tempo de menino’ e que a minha frente estava a completa liberdade”.

E, sobre o tempo sozinha, ainda completa, “Todas as escolhas que fiz foram para mim mesma, quando geralmente – como algo com que toda mãe se identifica – minhas necessidades e desejos estão por último na lista, nunca mais do que durante a pandemia, quando não houve trégua”.

Ao contar para amigos e conhecidos, Eimear contudo lamenta a reação de alguns. “Houveram algumas sobrancelhas levantadas, incluindo uma mãe judiciosa que perguntou se eu me sentia culpada por “abandonar” meus filhos. Outra disse que nunca poderia ser tão ‘egoísta’ com seu tempo e dinheiro”.

Mesmo com as críticas, a escritora e mãe de dois não se arrepende nem um pouco de sua decisão. “Vendo Malcolm e os meninos esperando por mim na estação, eu sabia que estava voltando para eles uma versão melhor de mim mesma do que quando saí – com pouca paciência, energia e entusiasmo, alta em irritabilidade e intolerância. Entrar em uma nova década me sentindo revivido e lembrado de que sou importante foi maravilhosamente fortalecedor. Na verdade, já estou economizando para a viagem do próximo ano…”, brincou, enfim. Demais!