Mãe é criticada por fazer dança do TikTok enquanto filho está hospitalizado

A postagem original foi excluída por conta da repercussão negativa que o vídeo teve

Resumo da Notícia

  • Uma mãe não identificada viralizou de forma negativa na internet
  • A mãe publicou um vídeo dançando ao lado do filho bebê
  • No vídeo ela explica que o filho está com dificuldades de respirar

Uma mãe foi super criticada online após fazer uma dança do TikTok enquanto o filho bebê tem dificuldades para respirar. A publicação original foi excluída depois da repercussão negativa que o vídeo teve. Porém os internautas salvaram as imagens e postaram novamente.

-Publicidade-

No vídeo, a mulher responde a um seguidor que perguntou o que havia acontecido com o seu bebê. Ela aparece beijando a cabeça do filho e fazendo um símbolo de coração com as mãos e, em seguida, dança alegremente enquanto aparece o texto: “Lil Lee foi internado porque está com falta de oxigênio. Ele testou positivo para VSR. Estamos esperando que ele consiga respirar melhor por conta própria”.

A mãe estava dançando enquanto o filho estava hospitalizado
A mãe estava dançando enquanto o filho estava hospitalizado (Foto: Reprodução/TikTok)

O vírus sincicial respiratório (VSR) é um dos vírus mais comuns na infância e acomete o trato respiratório dos pequenos, principalmente, de até dois anos de idade. Ele pode causar desde uma simples tosse até uma pneumonia mais grave, mais um motivo para os internautas terem criticado a mãe.

De acordo com o site de notícias local Daily Dot, o vídeo original recebeu mais de 1,6 milhão de visualizações em menos de 24 horas. Nos comentários, internautas teriam achado “incoerente” a mãe fazer uma dança animada enquanto seu bebê está internado. “Por que as pessoas respondem a perguntas delicadas enquanto dançam? Essa tendência vai ser difícil de explicar no futuro”, escreveu uma pessoa, segundo o Daily Dot. “O bebê está com falta de oxigênio e a mãe consegue dançar feliz no TikTok”, indignou-se outro internauta.

Outras pessoas, no entanto, saíram em defesa da mãe. “O que vocês esperam que ela faça? Ela não é médica”, criticou um comentário. “Vocês querem que ela fique sentada chorando e se preocupando com isso ou que tenha uma atitude positiva?” escreveu outra pessoa.