Mãe é criticada por fazer filhas de 3 e 6 anos trabalharem: “Nada no mundo é de graça”

Na Grã-Bretanha, em Preston, um casal diz que fica feliz em se rotular como ‘pais rígidos’  e que não irão parar até ver as filhas terem sucesso

Resumo da Notícia

  • Um casal diz que fica feliz em se rotular como 'pais rígidos'  e que não irão parar até ver as filhos terem sucesso
  • Sophie e Phil McGennity, estão determinados a fazer com que as duas filhas Crystal, de oito anos, e Hallie, de três,  saibam o valor do trabalho árduo
  • As meninas trabalham durante meio período no negócio da família

Na Grã-Bretanha, em Preston, um casal diz que fica feliz em se rotular como ‘pais rígidos‘  e que não irão parar até ver as filhas terem sucesso. Sophie e Phil McGennity, estão determinados a fazer com que as duas filhas Crystal, de oito anos, e Hallie, de três,  saibam o valor do trabalho árduo – e até deram a Hallie um emprego de meio período.

-Publicidade-
Crystal, de oito anos, e Hallie, de três durante aula de natação (Foto: Reprodução / The Sun)

Os pais esperam que os filhos ganhem o próprio dinheiro, realizando tarefas domésticas, e que tenham um dia cheio de atividades durante a semana. Já nos fins de semana, a família realiza diversas competição e deveres de casa. As crianças também devem ajudar nos negócios da família, no parque em Preston, Lancs.

Os país recebem muitas críticas de outros pais, pois eles ficam horrorizados com os horários rígidos das filhas. Apesar dos comentários negativos, os pais dizem que trabalharam muito para dar as crianças uma vida cheia de emoção e que querem que as filhas valorizem o luxos que elas têm. “É importante para nós garantir que nossos filhos sejam bem-sucedidos. Eles precisam aprender que nada no mundo é de graça e, para ter sucesso, você precisa trabalhar duro todos os dias”, disse Sophie ao The Sun.

-Publicidade-

“Meu sonho é ver meus filhos se destacando em qualquer coisa que escolham fazer, a participação é importante, mas no final das contas quero que eles ganhem na vida para que não tenham que se preocupar com dinheiro ou estabilidade. Eu entendo por que as pessoas nos chamam de rígidos e nós somos, mas é por um bom motivo que nossos filhos entendem. Eles não ganham nada de graça, a menos que seja seu aniversário e Natal, é claro”, continuou a mãe.

A mãe conta que ela também foi criada assim. “Se garantir que nossos filhos tenham todas as oportunidades que podemos oferecer a eles nos torna agressivos, então somos rígidos. Sempre trabalhei muito, estive em tantos clubes quando era mais jovem e comecei a trabalhar assim que tinha idade, o Phil era o mesmo”.

Os pais não ligam para as críticas (Foto: Reprodução / The Sun)

Ela ainda destaca que as filhas entendem o motivo pelo qual ela é tão rígida. “Aprendemos desde cedo que para ter uma vida boa é preciso merecê-la, e provamos isso, temos uma mistura de negócios de sucesso, mas temos trabalhado muito por tudo o que possuímos. Para nós, é ensinar a eles que para conseguir as coisas que você quer na vida você tem que trabalhar e eles entendem isso totalmente”.

Sophie ainda diz que não obriga as filhas fazerem as tarefas. “Não os obrigamos a nada, apenas pedimos que cumpram o que quer que tenha sido o primeiro compromisso e se depois de o fizerem quiserem desistir, podem. Fomos chamados de muito agressivos antes, mas simplesmente não posso concordar ou levar isso para o lado pessoal, recebemos comentários negativos de pais que não querem tratar os filhos como nós”, disse.

A mãe ainda diz que os outros pais reclamam do posicionamento dela com as filhas, mas reclamam que os filhos são preguiçosos. “Os outros pais reclamam que os filhos não estão fazendo o suficiente ou são a geração Y preguiçosa, mas uma forte ética de trabalho deve ser ensinada desde o início e é por isso que nossos filhos são tão bem-sucedidos em uma idade tão jovem. Fico irritada quando as pessoas dizem que não têm tempo para fazer o mesmo que nós, porque a questão é que se você quisesse fazer algo, você faria”, ressaltou.

Rotina

A rotina das duas é cheia de tarefas! (Foto: Reprodução / The Sun)

As meninas trabalham duas noites por semana no parque dos pais quando voltam da escola ou do berçário – onde Sophie e Phil dizem que adquiriram uma ética de trabalho maravilhosa ao ver os pais trabalhando duro. Depois que Crystal chega da escola e Hallie sai do berçário, eles se juntam à mãe e ao pai no trabalho até as 18h, onde Crystal, de oito anos, reabastece o estoque  – além de ajudar a irmã a limpar superfícies e pisos.

Nas noites de quarta-feira, as duas meninas têm natação e, na quinta e sexta-feira, têm aulas de equitação e vão ao Pony Club com o pônei que compartilham – que também alimentam, limpam e sujam todos os dias da semana. No sábado, eles têm uma aula de dança pela manhã e competem com outras escolas, antes de terem outra aula de equitação na tarde de sábado – antes de outra aula de equitação e trabalham no parque no domingo.

App Pais&Filhos

Tem novidade na área: o novo aplicativo Pais&Filhos Interativo! Agora você pode ler conteúdos exclusivos, feitos com muito carinho pela equipe da redação da Pais&Filhos com toda a credibilidade, comprometimento e bom humor de sempre, e ainda testar seus conhecimentos sobre os principais assuntos do universo da parentalidade.

Já que ninguém cria filho sozinho, a Pais&Filhos se enxerga como parte da sua rede de apoio e para isso, disponibilizamos no aplicativo informações de qualidade sobre todas as fases da vida da criança, seja você pai ou mãe, grávida, ou até mesmo se você ainda for tentante.

Além disso, a plataforma ainda oferece quizz de perguntas e respostas para você testar seus conhecimentos sobre os mais diversos assuntos deste universo. Ao fazer o teste, você acumula pontos, e de quebra pode trocar por prêmios.

O Pais&Filhos interativo está disponível para iOS e Android, basta acessar a PlayStore ou a Apple Store direto do seu celular, baixar e fazer seu cadastro.

-Publicidade-