Mãe e filha são mortas a tiros em rodoviária no Paraná pelo ex-parceiro

Segundo informações da Polícia Civil, o homem teria feito os disparos na ex-mulher e na filha por não aceitar o término do relacionamento, logo em seguida ele atirou em si próprio

Resumo da Notícia

  • Uma mulher e a filha foram mortas a tiros em uma rodoviária no Paraná
  • O homem não havia superado o término do relacionamento e efetuou os disparos na mulher, e acabou atingindo a filha
  • Segundo a Polícia Civil, o homem se matou após o crime

Um homem de 50 anos matou a ex-companheira e a filha em uma rodoviária no Paraná em plena luz do dia, por não aceitar o término do relacionamento, segundo informações da Polícia Civil, o homem teria atirado em si próprio após matar as duas mulheres.

-Publicidade-

O caso aconteceu na rodoviária de Palmas, centro do Paraná, na manhã da última segunda-feira. A mulher de 52 anos e sua filha, de 29 anos, foram assassinadas a tiros no local. A mãe voltava de viagem, vinda da capital Curitiba, após passar o feriado de Páscoa com a família. Blanca Merlo esperava encontrar a filha, Adriana Merlo, ao descer do ônibus, que teria ido ao terminal buscar a mãe.

Mãe e filha são mortas a tiros em rodoviária no Paraná
Mãe e filha são mortas a tiros em rodoviária no Paraná (Foto: reprodução/SBT)

No entanto, foi surpreendida pelo ex-marido, que começou a discutir com a vítima. O casal morava em Cascavel e, com o fim do relacionamento, Blanca se mudou para Palmas, há quatro meses. Sidnei Alexandrino, 50, ficou dois dias fazendo rondas na cidade, esperando pela ex. Durante a discussão, o assassino sacou a arma e efetuou os disparos.

A filha, que aguardava a mãe no carro, tentou intervir, mas a jovem também foi atingida. Adriana deixou três filhos, enquanto Blanca tinha outro filho, menor de idade. Após cometer as mortes, Sidnei atirou contra a própria cabeça. A Polícia Civil deu início às investigações para apurar o histórico da família, culminando na tragédia.