Mãe e filha são presas acusadas de extorquir mais de R$ 600 mil de moradores do Rio Grande do Sul

Na manhã de terça-feira, do dia 12 de julho, duas mulheres, mãe e filha, foram presas por conta de um crime identificado popularmente como “golpe dos nudes”

Resumo da Notícia

  • Na cidade de Nova Prata, no Rio Grande do Sul, mãe e filha foram presas na terça-feira, dia 12 de julho
  • A acusação é que elas tenham extorquido ao menos três moradores do município de Esteio, também no Rio Grande do Sul
  • Durante as investigações ficou confirmado que a filha movimentou, na própria conta bancária, mais de R$ 600 mil em apenas dois meses

No município de Nova Prata, localizado no Rio Grande do Sul, uma mãe, de 52 anos, e a filha, de 19 anos, foram presas pelo crime de extorsão de moradores da cidade de Esteio, que fica no mesmo estado. A operação responsável por prender a dupla foi realizada pela Delegacia de Polícia de Esteio. Além delas, um homem que ficou identificado como ex marido da mulher mais velha também foi preso por ajudar no crime.

-Publicidade-
Homem erra disparo e mata a própria mãe em rodeio
Mãe e filha foram presas pelo crime de extorsão de mais de R$ 600 mil, e homem, identificado como ex marido da mãe, ajudava no golpe (Foto: Reprodução)

De acordo com as investigações da Delegacia de Polícia, os três acusados foram responsáveis pela extorsão de ao menos três moradores de Esteio. O golpe começava pela jovem de 19 anos, que estabelecia contato virtual, de cunho sexual e fotos íntimas, com homens mais velhos. Em seguida, uma das pessoas envolvidas no golpe se apresentava como pai da menina, garantia que ela era menor de idade, e ameaçava esses homens sob o crime de pedofilia.

O desfecho consistia em ameaças frequentes, que induziam os envolvidos a transferirem uma quantia de dinheiro para a conta bancária da jovem, sob a premissa de não serem denunciados à polícia pela família que agia em conjunto.

Dessa forma, em menos de dois meses a conta da jovem foi movimentada em mais de R$ 600 mil, e a Delegacia de Polícia de Esteio garantiu que uma das pessoas extorquidas teve prejuízo estimado em R$ 30 mil. Além disso, afirmaram que nos últimos anos, mais de 50 pessoas foram presas por agirem de acordo com esse mesmo estilo de golpe.