Mãe é impedida de voltar ao trabalho: “Me sinto prisioneira do sistema”

Laura Collins era enfermeira em um hospital em Manchester na Inglaterra porém após ter 3 filhos ela não conseguia arcar com as despesas da creche e está decepcionada pois gostaria de voltar ao mercado de trabalho

Resumo da Notícia

  • Laura é mãe de 3 filhos e por isso perdeu um desconto que tinha na creche
  • A mãe está desesperada pois gostaria muito de voltar a trabalhar
  • Segundo Laura os gastos com a creche seriam muito altos e apenas o marido trabalha no momento

Laura Collins, 38, deu uma entrevista ao The Sun contando que sente muita vontade de voltar a trabalhar, porém ela não consegue pagar por uma creche para os 3 filhos. A mãe era enfermeira no ‘Salford Royal Infirmary’ em Manchester, na Inglaterra.

-Publicidade-

Segundo Laura, depois que teve o primeiro filho Ben em 2013 ela conseguia arcar com os custos da creche, porém 3 anos depois ela engravidou de Nancy, 4, e perdeu o voucher que dava desconto na creche, e agora ela ganhou mais um filho Sydney de 18 meses, porém o pai é o único provedor de dinheiro da casa.

“Eu sinto fortemente que estou presa pelo sistema, eu adoraria trabalhar, mas o custo com creche é um bloqueio enorme, não tenho família para ajudar. Eu acho que é extremamente injusto que você possa ter dois pais trazendo um pouco abaixo do limite para benefícios infantis e eles receberão o valor total. Mas em famílias onde um dos pais é o único provedor financeiro, eles não recebem nada. Os pais que ficam em casa são esquecidos, seu trabalho desvalorizado e não há apoio de creche para trazê-los de volta ao mercado de trabalho.”, desabafou Laura.

Laura é mãe de 3 filhos e trabalhava como enfermeira
Laura é mãe de 3 filhos e trabalhava como enfermeira (Foto: Reprodução/The Sun)

Além disso, a mãe descobriu que o filho mais novo nasceu com a doença de ‘Hirschsprung’, mas a família disse que eles não se qualificaram para o auxílio-invalidez e que a condição não é grave o suficiente.  “Não sou mais uma enfermeira registrada e não tenho histórico de trabalho recente, então ninguém quer me empregar e os empregos que eu poderia conseguir não pagariam o suficiente para cuidar de crianças.” Laura decidiu fazer um curso da ‘Open University’ em TI (Tecnologia da Informação) para finalmente ter mais flexibilidade para cuidar dos filhos e trabalhar.

Um porta-voz do Departamento de Educação disse: “Fizemos um investimento sem precedentes em creches na última década e gastamos mais de £ 3,5 bilhões em cada um dos últimos três anos em nossos direitos à educação infantil. Todas as crianças de três e quatro anos podem acessar 15 horas de creche gratuita por semana, bem como crianças de dois anos de famílias de baixa renda, e dobramos isso para crianças de três e quatro anos em famílias onde os pais trabalham, economizando eles até £ 5.000 por ano…

Introduzimos creches isentas de impostos e, por meio do Crédito Universal, os pais podem reivindicar até 85 por cento de seus custos com creches e nosso programa expandido de atividades de férias e alimentação será executado em todas as partes do país este ano durante o verão e as férias de Natal. ”.