Mãe entrega a filha para adoção após dizer ao marido que a menina morreu no parto

O caso aconteceu no Arizona, nos Estados Unidos

Steven e o filho (Foto: Reprodução / Daily Mail)

Marina e Steven Garcia, do Arizona, estavam esperando a primeira filha. Steven, que é militar e estava a serviço na Coréia, ficou sabendo da gravidez da esposa quando já estava viajando. Quando a menina nasceu, Marina contou para sua cunhada que a filha morreu no parto. A irmã de Steven deu a notícia para ele por uma chamada de vídeo. “Quando minha irmã me contou, foi muito difícil. Nós choramos muito, fiquei devastado”, ele conta em entrevista ao canal News 4 Tucson.

-Publicidade-

Um tempo depois, foi descoberto que Marina mentiu sobre tudo o que aconteceu. De acordo com o Daily Mail, Marina mentiu sobre o sexo do bebê e sobre a morte também: ela deu à luz um menino e deu o filho para um casal do Texas. Ainda segundo o jornal britânico, a mãe fez isso para que Steven não descobrisse que ele não era o pai da criança.

A polícia descobriu tudo após o casal ser parado na estrada por excesso de velocidade. Na ocasião, o bebê estava no carro e, de acordo com o policial, o casal confessou que aquele bebê não era o filho biológico deles.

-Publicidade-

O casal foi preso e Marina Garcia também. Segundo o Daily Mail, o menino está sob cuidados do conselho tutelar, porém Steven, que está se divorciando da esposa, quer adotar o menino, mesmo sabendo que não é o pai biológico dele.”Meu pai adotivo mudou minha vida completamente. Sem ele, eu não seria o homem que sou hoje. Quero fazer isso por esse menino. Isso pode mudar a vida de uma criança e dar um futuro melhor para ele”, concluiu Steven Garcia em entrevista ao jornal.

Leia também:

Carolina Dieckmann posta foto de criança no Instagram e fala sobre adoção

Colegas de classe vão à audiência de adoção de menino de 5 anos e as fotos são lindas

Bruna Marquezine surpreende ao falar sobre ser mãe e adoção: “Minha filha”

-Publicidade-