Mãe explica motivo sobre mudança no nome de filhos adotivos: “Eles não são objetos”

Elizabeth e o marido Ed são pais de 10 filhos e não gostavam do nome que haviam dado aos 2 filhos adotivos pois era relacionado a carro

Resumo da Notícia

  • Mãe não gostava dos nomes que deram aos filhos adotivos
  • Elizabeth disse que os nomes eram relacionados a carros
  • Após 18 meses o casal decidiu trocar o nome das crianças

Elizabeth e Ed adotaram os pequenos Bentley (uma empresa automobilística britânica) e Lincoln (uma conhecida marca de automóveis de luxo), porém após 18 meses de adoção resolveram mudar os nomes, Bentley passou a se chamar Kolbe, e Lincoln agora se chama Justin.

-Publicidade-

A escolha dos nomes foi bem significativa, a mãe escolheu Kolbe em homenagem ao santo padroeiro dos viciados em drogas, já que a família biológica lutou contra esse vício, e Justin que significa justo. “É o que esperamos que ele seja quando crescer e se tornar um homem”, contou a mãe ao Kidspot.

O casal adotou os meninos quando tinham apenas 1 ano e seis meses, e agora com 3 anos decidiram ter uma conversa com eles sobre a alteração dos nomes: “Falamos sobre isso no contexto de sua adoção e explicamos como seus sobrenomes mudariam também, já que agora seriam nossos filhos para sempre. Eles ficaram muito entusiasmados com todo o processo e foi uma transição perfeita para se ajustar aos novos nomes.”, disse Elizabeth.

A família de 11 membros
A família de 11 membros (Foto: Reprodução/Kidspot)

Elizabeth comunicou a mãe biológica dos meninos sobre a decisão, no começo ela não gostou muito mas depois aceitou. Quando a mãe adotou as crianças ela sabia do passado conturbado dos dois: “O mais velho não falava e tinha outros desafios e o mais jovem havia passado por três semanas de abstinência de heroína na UTIN [Unidade de Terapia Intensiva Neonatal] após o nascimento”, lembra Elizabeth. Segundo a norte-americana, na época, os pais tinham perdido o direito de visitar as crianças.

O casal esperava ter até 3 filhos no máximo, porém todas as gestações de Elizabeth foram complicadas e os médicos a aconselharam a parar de ter filhos, mas os dois sabiam que estava faltando algo. Agora Elizabeth tem sete filhos com idades entre 25 e 11 anos. Após a adoção dos meninos a mãe biológica deles pediu para que Elizabeth adotasse também a filha mais nova dela, Charlee, que futuramente o casal mudou o nome para Charlotte.