Mãe fica aterrorizada após escutar sussurro vindo da babá eletrônica no quarto do filho

Claire Cummings achou que estava ficando ‘doida’ no início, até a criança começar a chorar e se recusar a dormir no próprio quarto

Resumo da Notícia

  • Uma mãe ficou aterrorizada após ouvir uma voz entranha vindo do quarto do filho
  • Claire Cummings achou que estava 'doida' mas a voz vinha mesmo da babá eletrônica do filho
  • O menino chorava todas as noites e se recusava a dormir no quarto

Uma mãe disse que ficou horrorizada depois de afirmar que um homem estava ‘silenciando’ seu bebê através de uma babá eletrônica comprada na Amazon. Claire Cummings agora teme que sua família tenha sido espionada por semanas. A jovem de 25 anos ficou perplexa quando seu filho Aiden, agora com dois anos, começou a acordar aterrorizado e gritando todas as noites por volta das 2 da manhã, aparentemente sem explicação.

-Publicidade-

Ela alegou ao jornal The Mirror, que ao longo de um mês, o comportamento do pequeno mudou completamente e ele estava com medo de seu próprio quarto. A enfermeira disse que muitas vezes acordava durante a noite ao som de um barulho vindo do quarto de Aiden no início do ano passado, mas assumiu que ela estava sonhando.

Claire e o marido Jamie, 31, ficaram horrorizados quando descobriram que ela não estava imaginando o barulho, pois ambos ouviram uma voz masculina silenciando Aiden através da câmera interna Wi-Fi comprada na Amazon.  Ela teme que seu filho tenha sido observado por semanas depois que ele acordou gritando todas as noites ao mesmo tempo por um mês inteiro, às vezes apontando para o monitor comprado.

A criança não queria mais dormir no quarto após ouvir vozes vindo da câmera
A criança não queria mais dormir no quarto após ouvir vozes vindo da câmera (Foto: Reprodução/The Mirror)

O casal partiu para pegar quem estava assustando seu filho, posicionando a câmera na sala de estar e monitorando-a durante a noite, mas o casal desistiu antes das 2 da manhã e foi para a cama.  Claire, de West Lothian, Escócia, disse: “Isso vinha acontecendo há semanas em que ele acordava no meio da noite chorando, mas não um choro normal, um choro aterrorizado.”

“Chegou ao ponto em que ele estava apavorado demais para entrar em seu próprio quarto. Se você o levasse para o quarto dele, ele gritaria. Ele gritava e apontava para o monitor. Uma noite eu estava acordada e pensei ter ouvido alguém silenciando-o pelo monitor, mas pensei que estava sonhando ou imaginando.”

“Alguns dias depois, ouvi novamente, um grande barulho de ‘shh’. Não parecia que poderia ter sido apenas o monitor fazendo barulho, parecia uma pessoa silenciando-o, então meu filho começou a gritar,  eu entrei e ele ficou apavorado.” Depois que Claire desligou o monitor, Aiden parou de acordar no meio da noite e, eventualmente, ele começou a dormir em seu quarto novamente.

Claire disse: “Eu me sinto tão culpada que não percebi antes. Desconectamos o monitor e dentro de algumas semanas ele estava dormindo novamente. É uma pena não termos clicado antes. Nós o levamos para baixo e tentamos ficar acordados para pegar quem o estava assustando, mas não ficamos acordados a noite toda, então jogamos fora.”

A mãe jogou fora a babá eletrônica depois do inconveniente
A mãe jogou fora a babá eletrônica depois do inconveniente (Foto: Reprodução/The Mirror)

Claire disse: “Ouvimos falar sobre isso acontecer com outras pessoas, mas não achamos que aconteceria conosco. Os monitores Wi-Fi parecem realmente modernos e você pode assistir seu filho de dois telefones diferentes ao mesmo tempo. Eu podia assistir meu bebê dormindo enquanto estava no trabalho. Tínhamos uma senha, mas isso não a tornava mais segura. Não sei como isso aconteceu.”

A Amazon disse que os vendedores terceirizados são empresas independentes e todos os produtos oferecidos em suas lojas devem cumprir as leis e regulamentos aplicáveis. A empresa disse que não permite a venda de dispositivos conectados à internet listados com informações que possam comprometer a segurança de um item (por exemplo, informações de senha padrão). O modelo não parece estar listado no site da gigante do varejo online atualmente.