Mãe fica com coração partido ao descobrir que filha não tem amigos na escola

A mulher fez um desabafo nas redes sociais e atraiu diversas respostas de mães que passaram por situações semelhantes

Resumo da Notícia

  • Uma mãe ficou com o coração partido ao saber que sua filha fica sozinha na hora do almoço na escola porque “ninguém a convida para brincar'';
  • A mulher fez um desabafo nas redes sociais;
  • Diversas respostas de mães que passaram por situações semelhantes apoiaram a mulher.

Uma mãe ficou com o coração partido ao saber que sua filha fica sozinha na hora do almoço na escola porque “ninguém a convida para brincar”. A mulher fez um desabafo nas redes sociais e atraiu diversas respostas de mães que passaram por situações semelhantes.

-Publicidade-

A  mulher descobriu recentemente que sua filha de oito anos come sozinha “quase todos os dias” e, embora a criança insista que “não significa nada” para ela, a mãe está desesperada para que sua filha faça amigos: “Ela não pede para jogar com ninguém, e ninguém a pede para jogar. Isso parte meu coração ‘, escreveu a mãe em um grupo australiano de pais no Facebook.

Mãe descobre que filha almoça sozinha na escola (Foto: Freepik)

A mãe soube da situação quando um inspetor da escola flagrou a menina desenhando uma criança brincando sozinha. Depois de conversar com a aluna, o funcionário contou à mãe, que sem saber o que fazer escreveu: “Honestamente, ainda estou em choque”, escreveu a mãe.

-Publicidade-

Em seguida, a mãe pediu a opinião dos internautas: “Devo abordar a escola sobre isso, falar com a professora dela talvez? Não sei”. A maioria das pessoas entendeu a situação da mãe e incentivou a mulher a entrar em contato com a professora de sua filha para obter sua opinião sobre por que ela está lutando para se socializar.

Mãe descobre que filha almoça sozinha na escola (Foto: Freepik)

“Sim, a escola deveria estar ajudando ela! Estou surpreso que ninguém tenha te avisado antes. Parte meu coração, coitadinha – respondeu uma mulher. Uma outra pessoa disse: ‘Eu conversaria com a professora, uma vez que estivesse no radar dos professores, eles seriam um grande recurso para ajudá-la a entrar em um círculo de amigos’. Muitas outras pessoas demonstraram apoio à mãe e a menina.