Mãe fica longe da família por 100 dias após passar por um transplante múltiplo de órgãos

Sarah Granados, mulher que tinha uma doença rara que a impedia de consumir alimentos sólidos, fez uma cirurgia de transplante múltiplos de órgãos e teve que ficar 100 dias longe da família

Resumo da Notícia

  • A Sarah, mulher com uma doença rara, passou mais de 1 ano em espera de uma cirurgia de trabsplante múltiplo de órgão
  • Após a cirurgia, a mulher teve que ficar 100 dias longe da família
  • A situação deixou todos os familiares em estado de alerta

Sarah Granados (36), moradora da Carolina do Norte, nos Estados Unidos, passou mais de uma década sofrendo de uma doença extremamente rara que a impossibilitava de ingerir alimentos sólidos. Visto que, tal condição impedia o movimento da comida do estômago para os intestinos. Mas, em novembro de 2021, a mulher realizou um transplante múltiplo de órgãos, na Universidade de Saúde de Indiana. Acontecimento que renovou a esperança de Sarah.

-Publicidade-

A mãe de três filhos, esperou 444 dias para a realização da cirurgia de transplante múltiplo de órgãos, sendo eles: estômago, pâncreas e intestinos. “Me devolveu para os meus filhos e meu marido. Também me deu a chance de sonhar novamente com coisas que eu não podia sonhar em muitos anos, pois eu estava apavorada”, disse a Sarah em uma entrevista concedida ao Good Morning America.

Embora a mulher tivesse esperado mais de 1 ano pela realização do procedimento cirúrgico, a espera não parou por ai. Pois, após feito os transplantes, a Sarah teve que aguardar cerca de 100 dias para ver a sua família novamente. O que deixou esse momento ainda mais importante e afetuoso.

Mãe que passou mais de 100 dias longe da família (Foto: Reprodução/Arquivo pessoal)
Mãe que passou mais de 100 dias longe da família após cirurgia (Foto: Reprodução/Arquivo pessoal)

Para tornar o reencontro algo memorável, a Sarah decidiu fazer uma surpresa para toda a família em espera. Ela os encontrou em um parque e com a ajuda de outro parente, gravou a reação dos filhos e marido. A cena repercutiu positivamente no TikTok. “Consegui fazer uma surpresa para eles. Olhar para eles e ver sua reação quando notaram que eu estava ali de verdade foi incrível, acho que foi o melhor momento da minha vida […] Minha filha mais velha nem conseguia comer direito, porque estava chorando de emoção”, desabafou.

Sarah, que passou por diversas cirurgias antes de realizar, de fato, os transplantes, já estava preparada para caso o pior acontecesse durante a grande cirurgia. E, então, optou em preparar emocionalmente os seus entes queridos. “Não por que eu não amo viver, e não por que eu não daria tudo para me recuperar, mas por que realmente meu corpo estava cansado de lutar. Eu tinha que encontrar um doador perfeito para que tudo desse certo”, contou.

@savingsarahg

Thank you @Good Morning America for sharing my story! donatelife recipient multiorgantransplant angeldonor hero organdonation gma goodmorningamerica registertodonatelife miracles faith

♬ original sound – Sarah Granados