Mãe ganha 70 mil reais vendendo leite materno para fisiculturistas

Mila De’brito contou o porquê os atletas procuram o leite de amamentação para incluir na dieta

Resumo da Notícia

  • Mãe ganha 70 mil reais vendendo leite materno para fisiculturistas;
  • Mila De'brito contou o porquê os atletas procuram o leite de amamentação para incluir na dieta;
  • Nos comentários do TikTok, a mulher dividiu opiniões entre a comunidade

Os primeiros meses de um bebê são essenciais para criar um vínculo com o filho. A amamentação, o calor e o contato com o corpo da mãe fazem parte de todo o laço entre herdeiros. No entanto, uma mãe parece dar um destino diferente ao seu leite materno: ela contou que ganha 70 mil reais vendendo seu ‘ouro líquido’ para fisculturistas.

-Publicidade-

Através do TikTok, Mila De’brito contou em detalhes como começou a vender seu leite materno para os atletas. No vídeo, a mãe de primeira viagem diz que muitos levantadores de peso acreditam que os nutrientes do leite materno podem ajudar a aumentar a massa muscular, e por ter muito leite, ela começou a estocar para vender.

Diversas mães começaram a sentir inveja de Mila, por ter leite materno o suficiente para amamentar e vender
Diversas mães começaram a sentir inveja de Mila, por ter leite materno o suficiente para amamentar e vender (Foto: Reprodução/TikTok)

Nos comentários, os usuários da rede social dividiram opiniões com a forma de ganhar dinheiro da britânica. Alguns classificavam Mila como um “gênio”, enquanto diziam: “Jogo limpo! Eu sei que faria se pudesse produzir leite suficiente, mas produzi apenas por duas semanas”.

“Meu Deus, não consigo obter o suficiente em uma garrafa para uma ração, não importa vendê-la, com inveja”; “Desculpe, COMO? Eu nunca vou parar de amamentar nesse caso”, foram algumas das mães pedindo para que a mulher revelasse seu segredo

Em resposta aos que criticaram Mila por vender o leite ao invés de doá-lo, uma pessoa a defendeu e comentou: “Para todo mundo discutindo sobre dinheiro. As doações só são feitas até um certo tempo após a gravidez. Depois disso, a qualidade do leite cai, mas ainda é vendável”.