Mãe morre após o parto do 4° filho e o último desejo dela é salvar outras vidas

O caso aconteceu recentemente, em Oregon, Estados Unidos

Kathleen e o marido, Jesse (Foto: reprodução/ Instagram/ @thethorsons)

Kathleen, de Medford, Oregon, Estados Unidos, deu à luz ao quarto filho, Teddy, em 29 de dezembro de 2019. Ela, que já era mãe de Danny, Grace e James, estava extremamente feliz com a chegada do novo membro da família.

-Publicidade-

Menos de uma semana após o nascimento do filho, Kathleen foi levada às pressas para a sala de emergência quando sofreu uma hemorragia intracerebral. Apesar de várias cirurgias, os médicos não conseguiram salvá-la.

“A condição de Kathleen se deteriorou a um ponto em que ela não podia mais sobreviver”, escreveu Richard Stubbs, organizador da campanha GoFundMe, que foi feita pelo marido, Jesse Thorson, para ajudar a esposa. “Como era seu desejo, estamos fazendo todo o possível para que ela seja o milagre da vida rezado por alguns outros que precisam de doações de órgãos”.

-Publicidade-
Kathleen deu à luz em 29 de dezembro de 2019 (Foto: reprodução/ Instagram/ @thethorsons)

E o desejo de Kathleen foi realizado. Os médicos conseguiram doar 12 órgãos a outros pacientes necessitados, incluindo o coração e os pulmões, depois que ela subitamente adoeceu no início deste mês.

“Não há muitas palavras a serem ditas, exceto que a amamos e sentiremos sua falta a cada respiração”, desabafou o marido. “Através de todas essas dificuldades, seu amor, vida e magia ainda são sentidos”. Após a morte, foi revelado que “Kathleen será capaz de fornecer o milagre que uma dúzia de indivíduos que aguardam ansiosamente por uma doação de órgãos”.

“A enfermeira disse a Jesse que as chances de alguém ser candidato dessa magnitude são menores que 1 em um milhão”, acrescentou Richard Stubbs, organizador da campanha GoFundMe. “Mas qualquer um que conhecesse Kathleen já sabia disso”.

A atriz Kristen Bell postou uma foto da família para incentivar a ajuda (Foto: reprodução/ Instagram/ @thethorsons)

A história de Kathleen foi trazida à atenção da marca  HelloBello, da atriz  Kristen Bell, que dubla a personagem Anna em “Frozen”. A atriz ficou sensibilizada pela situação da família e ofereceu 1 ano de lenços e fraldas grátis.

“Antes de morrer no início deste mês, Kathleen disse que queria salvar o maior número possível de vidas e doou 12 órgãos quase inéditos, incluindo coração e pulmões”, escreveu Kristen Bell  em um post no Instagram em homenagem a Kathleen. “Jesse – nossos pensamentos estão com sua família durante este período inimaginavelmente difícil. Enviando paz e ame do seu jeito”.

Na noite de terça-feira, a campanha do GoFundMe havia arrecadado mais de 96 mil dólares para os custos médicos da família Thorson, despesas de funeral e para compensar os salários perdidos de Jesse – superando em muito a meta original de 50 mil dólares.

Stubbs acrescentou na página da campanha que o dinheiro extra arrecadado será destinado a outro dos sonhos de Kathleen: construir um jardim para os filhos.

Ela já era mãe de Danny, Grace e James (Foto: reprodução/ Instagram/ @thethorsons)

“Nesse momento, cada pedacinho extra ajudará Jesse a pagar as contas e trabalhar em prol dos sonhos que ele e Kathleen tiveram de fazer um belo jardim no quintal. Este deveria ser um espaço que Kathleen pudesse ensinar aos filhos sobre seu amor pela jardinagem, convidar amigos para eventos divertidos e viver seus sonhos de ‘hobbit'”, escreveu Stubbs.

“Seja um pouco mais parecida com Kathleen”, Stubbs insistiu com os que se emocionaram com a história dela. “Procure a mão de Deus em sua vida todos os dias. Amo pessoas. Cozinhe comida saborosa. Aprecie a beleza da sua vida comum. Vá em aventuras. Leia poesia. Tome banhos calmantes. Use roupas macias. Cantar. Cultive coisas. Cresça pessoas. Cria sonhos. Descubra quem você é e seja o melhor Você que você pode ser”.

Leia também:

Mãe morre durante parto após ser barriga de aluguel para ajudar outra família

Mãe morre grávida de 2 meses e bebês nascem 4 meses mais tarde; entenda

Mulher é proibida de receber embrião congelado para engravidar após morte do marido e o caso vai parar na Justiça francesa

    -Publicidade-