Mãe perde medicamentos do filho autista e internautas se mobilizam para ajudar

Os remédios haviam sido acabados de comprar, e sem a ajuda dos seguidores da mãe, o orçamento da família seria desfalcado

Resumo da Notícia

  • A mãe do Frederico não encontrou a bolsa de remédios do filho autista
  • Os seguidores das redes sociais de Raissa, mãe do Frederico, se mobilizaram para ajudar
  • Os remédios eram de extrema importância para o garoto

No último domingo, 20 de fevereiro, Frederico de 12 anos, passou o dia na casa da avó materna, localizada em Santos, litoral sul de São Paulo. Após a criança retornar à própria residência no final do dia, a mãe, Raisa Barragam, notou que o estojo de medicamentos do filho havia sumido. O desesespero tomou conta da família, pois Frederico, diagnosticado com autismo desde os quatro anos, faz uso de remédios controlados. Os medicamentos perdidos eram avaliados em cerca de R$ 330.

-Publicidade-

“Os medicamentos são para hiperatividade, para ajudar no foco e para ansiedade. O autismo do Frederico é muito complexo. Na hora de ir embora, ele estava muito agitado. E com essa conturbação toda, eu fui levando ele, mochila, perguntando para a minha mãe se tudo estava no lugar. Na hora de guardar as coisas no carro, eu acredito que essa bolsa de remédios tenha caído na calçada”, contou a mãe em entrevista ao G1.

Ao chegar em casa, Raisa levou um susto após não encontrar a bolsa de medicamentos do filhos. De acordo com a mãe, ela procurou em todos os lugares possíveis, desde o elevador do prédio onde mora, até pela região da casa da avó materna do Frederico. Antes de perder as esperanças, Raisa ligou para sua mãe, e pediu para fazer uma vídeo-chamada, a fim de fazer uma vistoria virtual em busca dos remédios. “Ela desceu, entrou no elevador, mostrou o hall do prédio, foi na calçada, e por todo o caminho que eu percorri, mas nada”, desabafou a Raisa.

Após a tentativa frustrada de encontrar a bolsa de medicamentos, Raisa viu nas redes sociais a solução para o problema. A mãe publicou em um post no Facebook, como forma de pedido de ajuda ao seu publico seguidor, dados referente aos medicamentos do filho. “Um estojo grande contendo todos os remédios do Frederico. Foi na Avenida Bartholomeu de Gusmão. Voltei e não estava mais. O estojo contém uma caixa de ritalina, uma caixa de risperidona, seis cartelas de sertralina, um pote de ômega 3. Pelo amor de Deus, se alguém encontrar, ou então ver alguma publicação com ele, me avise!”, escreveu a mãe na publicação.

Raissa, mãe de Frederico, mobilizou a internet para busca dos medicamentos do filho (Foto: Divulgação/Arquivo pessoal)
Raisa, mãe de Frederico, mobilizou a internet para busca dos medicamentos do filho (Foto: Divulgação/Arquivo pessoal)

Como uma luz no fim do túnel, os seguidores e amigos de Raisa, começaram a reagir positivamente ao pedido de ajuda da mãe. Uma dessas pessoas foi a Maithe Morotti, administradora e prima da mãe do Frederico. A integrande da família prontamente espalhou a publicação em diversos grupos na rede social, e, em pouco tempo, dois internautas se disponibilizaram a ajudar a custear os medicamentos do Frederico.

“Eu, na verdade, não imaginava que as pessoas fossem disponibilizar os medicamentos. Graças à ajuda dessas pessoas, que se comoveram com o ocorrido, é que o Frederico pôde tomar os medicamentos […] Foi muito rápido. Uma das pessoas que ofereceram falou que trabalha no Canal 5. Eu moro no Canal 4. Eu pensei ‘meu Deus, é muita coincidência’, e fui buscar. Era na esquina do meu trabalho. Ela deixou na portaria, e eu peguei. Não a vi pessoalmente. E a outra pessoa mora no Canal 2. Ela também guardou com carinho. É uma professora de educação especial, então, são coisas assim que ficam sempre ligadas. Essa empatia, só quem passa que sabe como é difícil”, disse a mãe.