Mãe que passou por fertilização in vitro para ter filhos faz desabafo: “Se pudesse voltaria no tempo”

Uma mãe de dois filhos admitiu que não gosta da maternidade, pois parece um ‘trabalho penoso constante’ e sempre que ela fica um tempo raro longe das crianças, é como se um ‘peso completo fosse retirado’

Resumo da Notícia

  • Uma mãe fez um desabafo emocionante sobre maternidade
  • A mulher fez fertilização in vitro para ter os dois filhos
  • Segundo a mãe, se ela pudesse voltar no tempo não teria filhos

Não é nenhum segredo que ser pai nem sempre é o trabalho mais divertido do mundo, mas para muitos, há momentos que fazem todo o aborrecimento e noites sem dormir valerem a pena. No entanto, uma mãe de dois filhos, que concebeu seu primeiro bebê por meio de fertilização in vitro, disse que se pudesse voltar no tempo, não teria filhos.

-Publicidade-

A mulher anônima fez uma confissão ousada no Mumsnet, onde reclamou de seus filhos de 2 e 5 anos constantemente estão ‘brigando e reclamando’. Na publicação ela escreveu: “Tenho dois filhos e realmente não entendo o que é agradável e divertido. Eles parecem brigar muito, choramingar e o que quer que eu faça, nunca parece o suficiente. Eu não sei se sou apenas uma mãe seca – eu realmente tento ser divertida e muito amorosa.”

“É uma labuta constante ao longo do dia, sinto que constantemente faço as coisas e apenas conto a hora de dormir. Eu vejo coisas aqui sobre amar ser mãe, melhores anos, etc e acho que só eu me sinto assim”. A mãe então disse que se ela pudesse “voltar no tempo” ela não teria filhos – e admitiu que sente que “um peso completo foi retirado” quando ela fica um tempo longe de seus filhos.

A mãe disse se arrepender de ter tido filhos
A mãe disse se arrepender de ter tido filhos (Foto: Getty Images)

Apesar do post controverso, a mãe recebeu uma série de mensagens de apoio de outras mães que simpatizavam com sua situação. Um usuário escreveu: “Não é agradável e, embora eu os ame, eu o desfaria em um piscar de olhos se pudesse”. Outro acrescentou: “Você está em um estágio muito difícil e acabamos de passar por uma pandemia. Vai melhorar à medida que sua filha se tornar mais independente.”

“Há um período adorável entre os oito e os doze anos de idade, que dá tempo para você respirar antes de se tornarem adolescentes. E então você terá liberdade novamente e um relacionamento adorável com eles quando forem jovens adultos”. Uma outra mãe também comentou: “Muita gente se sente assim mesmo que não admita. Achei o mesmo e a vida ficou muito mais fácil quando admiti abertamente para os outros e reduzi minhas expectativas – menos pressão para fazer ‘memórias mágicas’ nos fins de semana etc, mais tempo em pijamas assistindo desenhos animados e eis que na verdade se tornou mais agradável”.