Mãe que vive da pesca ganha vaquinha para conseguir comprar alimentos para filhos

Aurizelia não possui ferramentas necessárias para trabalhar por isso precisa pedir emprestado aos vizinhos que às vezes não ajudam

Resumo da Notícia

  • Aurizelia mora com os dois filhos adolescentes na Paraíba
  • A família conta com a pesca como renda porém não possui as ferramentas necessárias
  • Com ajuda de uma vaquinha online a família poderá viver em melhores condições e trabalhar decentemente

Aurizelia, 38, mora na aldeia de Camurupim, na Paraíba. E juntos com os dois filhos adolescentes a mãe tenta sobreviver com o pouco que ganha da pesca, e benefício do governo. O pai dos meninos os abandonou junto com Aurizelia, e desde então a mulher cria os filhos sozinha.

-Publicidade-

A pescadora sai às 5h da manhã junto com o filho de 13 anos para tentar pescar siris, mariscos e ostras, porém por não terem barco para poderem trabalhar dependem dos outros para poderem fazer o serviço, e muitas vezes as pessoas não emprestam o barco: “É bem difícil e triste, pois dependemos da pesca para sobreviver, muitas vezes as pessoas não querem emprestar suas canoas para nós”, desabafou a pescadora.

Aurizelia com o filho de 13 anos que ajuda ela com a pesca
Aurizelia com o filho de 13 anos que ajuda ela com a pesca (Foto: Reprodução/Razões para Acreditar)

A casa onde a família vive está em condições lamentáveis, pois todos dormem em cima de tijolos, mal tem portas, janelas e móveis dentro do local. A mãe recebe R$300 do Bolsa Família, mais a renda da pesca não conseguem se sustentar, e a família de Aurizelia também está em condições precárias: “É muito ruim a gente vê um filho que quer comer e não tem…Isso dói, dói muito”, contou a mãe.

A vaquinha online irá ajudar a família a poder comprar um barco para poder fazer as pescas tranquilamente, reformar a casa e comprar um refrigerador para Aurizelia colocar os mariscos, pois no momento ela conta com a ajuda dos vizinhos em emprestar a geladeira para colocar os alimentos.

A família vive em condições precárias
A família vive em condições precárias (Foto: Reprodução/Razões para Acreditar)