Mãe recebe mais de 50 picadas para proteger bebê de enxame de abelhas

O Corpo de Bombeiros precisou intervir para salvar a vítima e as pessoas que estavam perto no momento

Resumo da Notícia

  • Um bebê de apenas dois meses foi atacado por um enxame de abelhas na cidade de Dois Irmãos, em Porto Alegre;
  • A mãe da criança tomou mais de 50 picadas e o Corpo de Bombeiros precisou intervir para salvar a vítima e as pessoas que estavam perto no momento;
  • As pessoas atingidas foram atacadas e se recuperam.

Um bebê de apenas dois meses foi picado por um enxame de abelhas na cidade de Dois Irmãos, em Porto Alegre. A mãe da criança tomou mais de 50 picadas e o Corpo de Bombeiros precisou intervir para salvar a vítima e as pessoas que estavam perto no momento.

-Publicidade-

A criança estava no colo da mãe quando foi atacada – mas foi a mulher que acabou sendo mais atingida. Foram os gritos de socorro da jovem que alarmaram os vizinhos. Na tentativa de ajudar as vítimas, várias pessoas acabaram picadas por abelhas também.

De acordo com jornais locais, cinco pessoas foram levadas ao Hospital São José de Ivoti, devido a gravidade das picadas, mas foram medicadas e liberadas em seguida.  O Corpo de Bombeiros foi acionado e dispersou os animais. Além das pessoas atingidas, dois cachorros foram encontrados feridos.

-Publicidade-
Bebê é atingido por enxame de abelhas (Foto: Freepik)

Picada de abelha: proteja seu filho

O Dr. Claudio Len, pai de Fernando, Beatriz e Silvia, pediatra e consultor da Pais&Filhos explicou que as reações mais graves às picadas de inseto, como o choque anafilático, são muito raras e estão associadas às picadas de abelhas, vespas ou marimbondos.

Alguns sintomas indicativos são rouquidão e falta de ar, minutos depois de uma picada por algum destes insetos. “Nestes casos recomendo que os pais contatem o pediatra e procurem um serviço de urgência o mais rápido possível”, explica.