Mãe reconhece filho em vídeos de assaltos e decide prestar informações à polícia

Após filho fazer vários assaltos seguidos a ônibus, mãe reconhece filho nas imagens das câmeras de seguranças dos veículos e decide entregar filho à polícia

Resumo da Notícia

  • O assaltante roubou vários ônibus em seguidas
  • Após mãe reconhecer o filho em imagens das câmeras de segurança, ela decide prestar depoimento à polícia
  • A Polícia Civil já decretou a prisão preventiva contra o homem

Por meio de imagens de câmeras de segurança, a mãe reconheceu que o suspeito de assaltar um ônibus, era o próprio filho. Após o reconhecimento do homem, a mulher entregou informações sobre o filho à Polícia Civil. No depoimento, a mãe disse que o jovem é usuário de drogas. O caso aconteceu em Maringá, no Norte do Paraná. A prisão preventiva já decretada e, desde esta quinta-feira, 17 de março, policiais estão em busca do assaltante.

-Publicidade-

O caso chamou a atenção dos policiais civis e dos motoristas, justamente pelo fato de que, o homem realizou vários assaltos à ônibus seguidos, todos feitos pela região de Maringá e Sarandi. De acordo com informações do G1, os roubos já caminhavam desde o início deste ano. No qual um foi realizado em 23 de fevereiro, outro em 3 de março – e, por fim, o mais recente, em 10 de março de 2022, há cerca de 10 dias atrás.

Homem assalta vários ônibus
Homem faz vários assaltos seguidos a ônibus (Foto: Reprodução/TV Globo)

A estratégia do assaltante era em esperar o momento que o motorista do ônibus se sentisse mais vulnerável. Em todas as abordagens, o criminoso entrava no veículo, sentava nos bancos que ficam antes da catraca e esperava a maioria dos passageiros descer do ônibus. Após feito isso, ele abordava o motorista no ponto final.

Pelo fato de, atualmente as pessoa pagarem a passagem do transporte público com um bilhete específico, o assaltante não visualizava o dinheiro em espécie para roubar. Sendo assim, optava em pegar joias, relógios e artigos valiosos que os motoristas possuíam.

Segundo dados do Transporte Coletivo Cidade Canção (TCCC), cerca de nove motorista do transporte coletivo de Maringá foram assaltados durante o trabalho.