Família

Mãe reencontra a filha recém-nascida pela primeira vez após diagnóstico de câncer e vídeo emociona

As duas foram afastadas apenas 5 dias depois do nascimento de Vitória

Nathalia Lopes

Nathalia Lopes ,Filha de Márcia e Toninho

Que cena mais linda (Foto: reprodução/Hospital de Base/G1)

O momento do parto é um dos mais esperados pela maioria das mulheres que esperam e sonham em ser mãe. Mas imagine descobrir apenas 5 dias após dar à luz que você tem uma doença grave e precisar ser afastada do seu bebê. Pois foi exatamente isso o que aconteceu com a Natália Cristina da Cruz.

Ela e a família estavam em pura alegria após o nascimento da primeira filha dela com o marido, Wedimir. Mas mesmo depois de uma gravidez e um parto sem complicações, Natália foi diagnosticada com uma leucemia muito forte e logo precisou ser encaminhada para o isolamento e não manteve mais contato físico com a filha.

Pelo menos até o dia 25 de outubro, quando as duas se reencontram 35 dias após o nascimento de Vitória. Por conta do grave estado do câncer, a mãe da recém-nascida só podia ver a menina por fotos e por chamada de vídeos. Tudo isso mudou depois que a equipe de hematologia responsável pela fonoaudióloga resolveu promover o reencontro de mãe e filha.

Esse foi o reencontro da família (Foto: reprodução/Hospital de Base/G1)

Em entrevista ao G1, Natália contou como foi que ela e a família descobriam o diagnóstico de leucemia. “Cerca de 15 dias antes da Vitória nascer, eu fiz um exame de sangue e não constou nada. Então, tive alta normal, fui para casa, mas quatro dias depois, eu precisei retornar porque estava passando muito mal. Na madrugada do dia 25, eu fui levada para o Hospital de Base de Rio Preto, onde recebi o diagnóstico de leucemia. Foi um choque muito grande”, começa.

Natália ainda explica que a filha nasceu no dia 20 de setembro na Santa Casa de Votuporanga sem nenhuma complicação na gestação e no parto.  “Agora estou esperando o resultado de alguns exames que fiz. Eles definirão quais serão os próximos passos a serem tomados. Mas estamos com esperança. Esse reencontro me deu forças para continuar o tratamento e me deixou com mais vontade de ir embora para ficar com a minha filha”, continua a mãe.

Para encerrar, ela contou ao G1 como está se sentindo e o que espera para o futuro. “Sinceramente, só quero escutar que estou curada da leucemia. Não vejo a hora de poder voltar para minha casa em Valentim Gentil (SP). O reencontro foi ótimo, mas não foi suficiente para matar toda saudade que sinto. Quero ter minha rotina de volta, quero voltar para meu marido e minha filha”.

Leia também: 

Mulher com leucemia faz chá revelação para descobrir qual dos irmãos será seu doador de medula

Mãe descobre câncer de mama após filho recusar amamentação: “Ele estava cuidando de mim”

Criança de 2 anos comemora a vitória contra o câncer e vídeo viraliza