Mãe remove o nariz após descobrir problema respiratório causado por câncer de pele

A inglesa Julia Davey, mãe de três, contou que depois de perceber que estava há duas semanas sem conseguir respirar pela narina esquerda, em abril de 2019, ela foi diagnosticada com uma forma comum de câncer de pele

Resumo da Notícia

  • Julia Davey foi diagnosticada com carcinoma espinocelular em 2019
  • A mãe de três filhos precisou realizar a remoção do nariz após a falha da quimioterapia
  • Ela contou que buscou forças na família para poder seguir em frente

A inglesa Julia Davey, mãe de três filhos, marcou uma consulta com um médico em abril de 2019 por sentir que o nariz estava entupido de forma persistente, mas ela nunca imaginou que seria algo grave. Os resultados dos exames, porém, mostraram que ela tinha um tumor agressivo no septo e o único tratamento possível, depois de a quimioterapia não surtir efeito, seria a remoção completa do nariz.

-Publicidade-
Durante quimioterapia, o nariz de Julia triplicou de tamanho. A única solução encontrada pelos médicos foi a remoção completa (Foto:Reprodução / DailyMail)

A mãe, de 40 anos, mora em Weymouth Dorset, na Inglaterra, tem um relacionamento sério com Nick, 44, e três filhos, Tom, 16 e Joel, 12, frutos do primeiro casamento e Eleanor, 5, filha do atual parceiro. Em entrevista ao Daily Mail, ela contou que é através do apoio da família que continua seguindo em frente. “Meu mundo virou de cabeça para baixo no ano passado. Mas, no fim das contas, meu principal objetivo ainda é ser mãe de meus filhos e esposa de Nick, que me pediu em casamento pouco antes do início do meu tratamento. Farei qualquer coisa para que isso aconteça. Nick e eu havíamos planejado nos casar em 2021, mas decidimos adiantar a cerimônia para o fim deste ano. Será uma celebração íntima com os nossos familiares e amigos mais próximos e queridos”, disse Julia.

Julia e os três filhos (Foto:Reprodução / DailyMail)

Ela contou que depois de perceber que estava há duas semanas sem conseguir respirar pela narina esquerda, em abril de 2019, Julia foi diagnosticada com carcinoma espinocelular, uma forma comum de câncer de pele que geralmente é tratada de maneira eficiente, mas que no caso da inglesa, era extremamente agressivo. “Quando descobri que o tumor que tinha no septo era maligno, fiquei chocada, mas sempre fui otimista e achei que poderia enfrentar”, conta Julia. “Primeiro, eles fizeram a retirada apenas da parte interna do nariz, mas outro tumor agressivo apareceu em agosto e a quimioterapia não funcionou. Eles me informaram que a única solução seria retirar meu nariz. Até então, o câncer parecia administrável – mas tudo mudou. Percebi que tinha em minhas mãos uma batalha maior do que imaginara. Não sou nem um pouco vaidosa, mas o nariz é algo muito proeminente. Foi devastador”.

-Publicidade-

Durante uma conversa com o médico, Julia perguntou se o tumor poderia ter sido causado pela exposição ao sol, já que é uma forma de câncer de pele, mas ele negou essa hipótese, argumentando que as células cancerígenas se formaram internamente. A cirurgia para a retirada do nariz foi feita em 2019, depois de a cartilagem ter triplicado de tamanho durante a quimioterapia. “Eu certamente não estava preparada para a nova realidade da minha vida”, disse Julia. “Mas a primeira coisa que me passou pela cabeça, depois da cirurgia, foi: ‘não estou mais com dor.’ O tumor estava tão grande que já comprimia meus nervos, parecia que minha cabeça iria explodir. Agora, há um buraco no lugar do meu nariz. Não há outra maneira de descrever. Poucas pessoas viram, incluindo Nick, mas eu não mostrei às crianças. Não quero que eles tenham pesadelos. Os médicos estão trabalhando em um nariz prostético para mim, mas ainda não está pronto”.

Julia e o marido após a remoção do nariz (Foto:Reprodução / DailyMail)

Depois de todos os tratamentos e cirurgias, a mãe ainda continua batalhando contra o câncer, pois um novo tumor maligno foi identificado na mandíbula em abril deste ano. Agora, a irmã dela, Angela, criou uma página de financiamento coletivo para ajudar a família durante uma nova fase de operações e procedimentos invasivos. “Precisei parar de trabalhar por causa da doença, então a situação não está fácil em nenhum aspecto. O que me faz seguir em frente e manter o otimismo são meus filhos. Sei que estou nadando contra a maré, mas preciso acreditar que esses novos tratamentos vão funcionar”, disse Julia. A inglesa passará por sessões de imunoterapia para conter o novo tumor. Os médicos cuidando do caso não deram um prognóstico para a Julia e a afirmaram que a evolução da doença dependerá da resposta do organismo ao tratamento.

O 9º Seminário Internacional Pais&Filhos – A Tal da Felicidade está aí! Ele vai acontecer no dia 19 de agosto, completamente online e grátis. E tem mais: você pode participar do sorteio e ganhar prêmios incríveis! Para se inscrever, clique aqui e boa sorte!

-Publicidade-