Mãe se desespera após filho de 1 ano ficar inconsciente por ter engolido cápsula de lavar roupa

Uma mãe desabafou sobre uma situação perigosa que o filho de 1 ano passou

Resumo da Notícia

  • Uma mãe ficou desesperada e compartilhou na internet
  • Megan Woods contou que o filho engoliu uma cápsula da máquina de lavar
  • O menino de apenas 1 ano passou muito mal

Uma mãe alertou os pais para manterem os produtos de limpeza fora do alcance das crianças depois que seu filho de um ano caiu inconsciente e teve que ser levado às pressas para o hospital quando engoliu uma cápsula da máquina de lavar. Megan Woods, 18, ficou apavorada quando seu filho Tommy perdeu a consciência depois de comer uma cápsula da máquina de lavar.

-Publicidade-

A mãe de primeira viagem estava preparando o almoço para Tommy quando ele se aproximou e pegou uma cápsula de dentro de um armário no dia 8 de dezembro. A mãe de um filho, que mora na cidade de North Walsham, em Norfolk, ligou para 111 (número de emergência) e levou seu bebê às pressas para o pronto-socorro, com Tommy vomitando “várias vezes” no caminho para o hospital.

As cápsulas venenosas podem causar queimaduras na garganta e problemas respiratórios que podem levar ao coma e até à morte. Quando Tommy vomitou, ele tirou a maior parte das toxinas de seu sistema e um médico permitiu que a Sra. Woods o levasse para casa após alguns testes.

Ela disse ao Daily Mail: “Era um dia normal com Tommy, até que me virei por um momento e ele estava com uma cápsula na mão.” Depois que seu bebê colocou a cápsula na boca, a mulher disse que ‘estava em choque’ e ‘a arrebatou’. “Ele estava chorando e eu tentei enxaguar a boca dele com água. Eu realmente não sabia o que estava fazendo – não há um guia sobre o que fazer quando algo assim acontece.”

O bebê teve fortes reações com a ingestão da cápsula
O bebê teve fortes reações com a ingestão da cápsula (Foto: Reprodução/Daily Mail)

Depois de ligar para a emergência, ela e seu parceiro Harry Palmer, 21, levaram seu filho para o Norwich University Hospital. Ela disse: “Eu estava tentando acordá-lo, mas não consegui.” Em seus momentos de consciência, ele vomitou várias vezes e Megan temeu o pior.

“No carro, a caminho do hospital, ele estava doente e ficava inconsciente. Lembro-me de tentar acordá-lo, mas não consegui.” A mãe disse: “Depois do hospital, me senti muito culpada pelo que havia acontecido – mas quando perguntei a outras mães, algumas disseram que haviam passado por experiências semelhantes.”

“Achei que ele não conseguiria entrar naquele armário, mas de alguma forma ele conseguiu. Ninguém realmente diz a você o que fazer quando isso acontece – eu não tinha ideia do que esperar. Por favor, verifique cada selo, fechadura, armário. Uma criança leva apenas dois segundos para pegá-lo e colocá-lo na boca.”, compartilhou a mãe em um fórum.

Ela disse que Tommy estava “de volta ao que era” depois de alguns dias, acrescentando: “Quero lembrar as pessoas de verificar duas vezes e três vezes se tudo está fora do alcance das crianças“. Um porta-voz da Procter and Gamble, a empresa por trás da Fairy, disse: “Sentimos muito em ouvir sobre este incidente e esperamos uma recuperação rápida. Nada é mais importante para nós do que a segurança de quem usa nossos produtos.”

A mãe alertou outros pais sobre o risco
A mãe alertou outros pais sobre o risco (Foto: Reprodução/Daily Mail)

“As cápsulas de líquidos para lavar roupa são usadas com segurança em milhões de lares todos os dias. Encorajamos todos a manter todos os produtos de limpeza longe e fora do alcance das crianças e sempre usar os sistemas de fechamento incluídos em nossa embalagem.”

“Tomamos medidas significativas para prevenir acidentes, juntamente com a SRPA (Sociedade Real para a Prevenção de Acidentes), ajudando a criar programas de segurança para toda a indústria. Isso inclui a introdução de embalagens com sistemas de fechamento que impedem as crianças, incluindo um lembrete de segurança em cada anúncio da Fairy TV, bem como a implementação de um programa educacional de vários milhões de libras para ajudar os pais a compreender a importância do uso e armazenamento seguros”.