Mãe solo abre brechó para vender roupas que marcaram a vida do filho

Carolina é mãe solo e relembra como essa calça marcou momentos simples ao lado do filho depois de passar anos tentando engravidar

 

-Publicidade-

 

(Foto: Getty Images)

A maternidade é o sonho de muitas mulheres, mas para algumas não é tão fácil de se realizar. Foi assim com Carolina Tarasconi. Hoje, mãe de Rafael, que passou por muitas frustrações até conseguir engravidar. “Foram 18 anos tentando e os médicos dizendo que não teria filhos”, lembra. O bebê, além de planejado, foi muito desejado. Por
isso, a notícia foi recebida com muita festa por toda a família. Fruto de um relacionamento breve, Rafael não tem o pai presente, então Carolina assume as duas funções.

-Publicidade-

A calça de moletom da foto traz lembranças exatamente das horas no sofá antes de dormir. “Somos só nós dois e, usando a peça, passamos por vários momentos meu e dele em casa durante nosso segundo de tranquilidade”, conta. Então, decidir se desfazer não foi fácil. Mas ao pesquisar roupas para ele online, conheceu o brechó Antes de Mim e se encantou. “Optei por compartilhar essas que me trouxeram experiências maravilhosas para que outras mães também pudessem viver isso com os filhos”, explica.

Assim, Carolina assumiu mais um papel, o de empreendedora. Criando a loja no site e desapegando dos itens
que não serviam mais em Rafael, ela consegue ajudar o planeta e juntar uma renda extra.

Conheça os produtos da Lojinha da Carolina Tarasconi em antesdemim.com.br/loja/lojinha-da-carolinatarasconi-14924 (Foto: Instagram)

A iniciativa deu mais que certo e ela inclusive já vendeu a calça. “Quando fui enviar, mandei um recado junto,
desejando que a peça trouxesse tantas alegrias quanto trouxe para nós aqui de casa”, comenta. A mãe também fala que aprendeu a valorizar as situações simples do dia a dia, e principalmente, o tempo que tem junto do filho. Para ela, as roupas carregam um significado além do material.

Muito mais do que a relação com o bebê, lembra da família. Como acreditava que não conseguiria se tornar mãe, vivia a maternidade através do sobrinho e acompanhar o crescimento dos dois juntos é motivo de emoção para ela. “É interessante pode reparar algumas peças que estão em bom estado”, disse.

Você pode fazer o mesmo que Carolina e criar a sua loja de desapegos no site. É a chance de incentivar o consumo sustentável e compartilhar as memórias que cada item deixou.

Leia também: 

Pronta para desapegar? Venha conhecer o projeto Antes de Mim

Chegou a sua chance de criar uma loja online: conheça o projeto Antes de Mim

Mãe descobre câncer de mama após filho recusar amamentação: “Ele estava cuidando de mim”