Mãe solo de 3 crianças é chamada de “muito velha” para ter mais filhos após engravidar pela 4ª vez

A mulher decidiu ter mais um bebê aos 53 anos de idade. Os dois mais novos foram gerados por doação de óvulos e espermatozoides

Resumo da Notícia

  • Mãe solo recebeu críticas por ter engravidado pela 4º vez aos 53 anos
  • Os dois últimos bebês foram concebidos por doação de óvulos e espermatozoides
  • Ela decidiu ter mais filhos após os dois mais velhos irem para a faculdade
  • Muitos pensam que ela é avó dos filhos mais novos

Na Pensilvânia, nos Estados Unidos, uma mãe solo recebeu uma série de críticas após ter engravidado aos 53 anos– muitas pessoas dizem que ela é muito velha para querer a família. Lan Man já é mãe de outros três filhos.

-Publicidade-
Ela já é mãe de 3 filhos (Foto: Reprodução/ The Mirror / Carters News)

Ela deu à luz a Toby, seu filho mais novo aos 50 anos, em junho de 2019, tendo-o concebido por meio da doação de óvulos e espermatozoides. Agora aos 53 anos de idade, ela está com 26 semanas da quarta gestação do filho que também pretende cuidar como mãe solo.

A escolha de ter mais uma criança aos 50 surgiu quando seus dois filhos mais velhos estavam procurando uma universidade para ir estudar. Lan Man se preocupou com como seria a rotina sem os filhos e o que faria sem eles. A mulher esperava que essa escolha desse a outras mulheres que contemplam a maternidade solo a esperança de que isso possa ser feito.

Ao portar Mirror, ela contou que decidiu engravidar de mais um bebê quando seus filhos mais velhos perguntaram quando ela daria um irmão para Toby. Ela falou: “Não pensei que fosse possível e não disse mais nada porque tinha 50 anos, mas meus filhos são melhores amigos e não sabem como viveriam um sem o outro. Eles devem ter orado muito e secretamente defendido que Toby tivesse um irmão com quem crescer e funcionou!”.

Lan Man contou que a gravidez está sendo tranquila, e falou sobre a escolha de ser mãe solo. Ela disse: “Não desejava um relacionamento, pois valorizava minha independência. Inicialmente, meu médico não estava de acordo, mas expliquei o quanto isso significaria para mim e minha família e falei que o bebê nascerá em uma família cheia de amor e alegria”.

Como ela ainda não havia entrado na menopausa, Lan Man não tinha nenhum problema com seu sistema reprodutivo. No entanto, os médicos a aconselharam a não usar seus próprios óvulos devido à sua idade.

Ela disse que seus dois filhos mais velhos a acompanharam “a cada passo do caminho”, até mesmo ajudando-a a escolher os doadores de óvulos e espermatozoides. Lan Man contou que a boa saúde, tanto mental quanto física, foi o fator mais importante na seleção de doadores.

A família decidiu que a etnia não era importante. Não havia muitos doadores asiáticos como eles, e o pequeno Toby nasceu com cabelos loiros e olhos azuis. A mulher disse que “só queria ser mãe” e ter a oportunidade de mostrar aos filhos como a vida é agradável. Ela ressaltou: “Meu propósito na vida é acompanhá-los em seu desenvolvimento de vida”.

Toby nasceu loiro e com olhos azuis (Foto: Reprodução/ The Mirror / Carters News)

Apesar de receber reações negativas de outras pessoas, Lan não poderia estar mais feliz. Ela disse: “Inicialmente, meus amigos disseram que eu sou louca por ter um filho aos 50 anos, pois eles estavam ansiosos para ver seus filhos fugindo do ninho e se aposentando, mas eu decidi que tenho mais vida para dar aos meus filhos, eles são o meu propósito, significado e vocação na vida”.

Muitos já a confundiram como avó de Toby, mas ela disse que são pessoas estranhas que pensam isso e que elas não tem significado nenhum em sua vida. Lan Man completou dizendo: “Estou em forma e saudável, com muito mais amor para dar, então me senti bem”.