Família

Mãe também é gente: não se deixe embarangar!

Recém-nascido demanda muita atenção, mas você também merece ter esse cuidado

Mônica Figueiredo

Mônica Figueiredo ,Mãe da Antônia

female-legs-in-cute-pink-monster-foot-slippers-picture-id917191810

(Foto: iStock)

Isso mesmo que você leu. A tendência da gente largar mão de nós mesmas, quando temos um filho, é imensa! E antes de você achar que estamos aqui falando de qualquer valor estético, de padrão de beleza e essas coisas, entenda o ponto: na verdade, é uma grande sacanagem com “desistir”. Sim, bebê recém-nascido é barra pesada, ficamos exaustas e todo aquele “etc” que compreendemos tão bem. (Aliás, só nós sabemos: tomar um banho longo é tipo sonho impossível, estamos ligadas!).

Porém, tudo fica pior quando a gente se entrega, quando abrimos mão da gente. Pense nisso. Na boa. Sem exageros, sem maluquice, mas com amor-próprio. Seu filho é lindo demais e você também! Se cuida!

5 motivos para você sair com suas amigas

1. Eles ajudam a desestressar

Enquanto os homens lutam ou fogem diante de situações difíceis, as mulheres são programadas para buscar contato social com outras mulheres. “Nossa saúde física e mental depende de ter um relacionamento próximo com pessoas a quem podemos recorrer, especialmente em tempos de crise ou estresse”, diz Dana Crowley Jack, especialista em saúde da mulher na Western Washington University, em Bellingham. A qualidade dos relacionamentos íntimos de uma mãe também atua fortemente no desenvolvimento saudável de seu filho nos primeiros anos, diz ela.

2. Eles não são sua mãe  

Isso significa que seus amigos podem te dar conselhos sobre assuntos que sua mãe nunca teve que se preocupar. Além disso, você pode querer dormir com seu bebê, enquanto sua mãe pode argumentar constantemente que o bebê deve ficar no berço. Já seus amigos não te julgarão por estar fazendo isso “do seu jeito” e vão te lembrar que você não é a única que não consegue atingir esse ideal de mãe.

3. Eles são sempre honestos

Você precisa mesmo convidar 100 pessoas para a festa de aniversário de 1 ano do seu filho? Você estava errado em dizer à sua sogra que ela não pode alimentar seus filhos com cachorros-quentes? Quanto você deve gastar em um presente para o professor de pré-escola? Você pode usar esse vestido preto sem alças, mesmo que você não tenha derramado os últimos 15 quilos de gravidez? Seus amigos lhe darão as respostas mais sinceras sobre tudo isso.

4. Eles não são seu marido  

Talvez seja impossível para o seu marido entender algumas coisas de mulher. Por isso pode ser aliviante conversar com uma amiga e ela entender completamente o que você está sentindo. Além disso, seu marido também pode estar sensível com alguma coisa e não vai conseguir te ajudar da forma como uma amiga faria.

5. Eles também podem te ajudar com o bebê  

Se sua amiga já é mãe, ela pode te dar ótimas dicas que vão te ajudar MUITO. Agora se ela ainda não for mãe, ela pode se interessar e ajudar na hora de cuidar do seu filho. Também existe a possibilidade de você começar amizades por conta do bebê e, acredite, essas também podem ser bem duradouras.

 

Leia também

Mãe também é gente: durma até acordar!

Mãe também é gente! Veja dicas para não esquecer do casamento depois da chegada dos filhos

Mãe também é gente: 5 motivos para você sair com suas amigas