Mãe termina ensino médio aos 45 anos e faz Enem junto com filha: “A expectativa é a melhor”

Muito orgulhosa de sua conquista, ela estudou mais três anos para prestar vestibular

Resumo da Notícia

  • Aos 45 anos, a mãe e dona de casa, Elzida Gomes concluiu o ensino médio por meio do Educação de Jovens e Adultos (EJA)
  • Muito orgulhosa de sua conquista, ela estudou mais três anos para prestar vestibular
  • Neste ano, ela entrou em sala de aula ao lado da filha

Aos 45 anos, a mãe e dona de casa, Elzida Gomes concluiu o ensino médio por meio do Educação de Jovens e Adultos (EJA). Muito orgulhosa de sua conquista, ela estudou mais três anos para prestar vestibular e entrou em sala de aula ao lado da filha.

-Publicidade-

“Terminei o terceiro ano pelo EJA e fui incentivada a estudar pelos meus filhos, a estudar para o Enem e então comecei a estudar. Mas só agora, depois de três anos que consegui entrar em uma sala para fazer a prova do Enem”, contou a dona de casa ao G1.

Mãe e filha fazem ENEM juntas
Mãe e filha fazem ENEM juntas (Foto: Reprodução/ Instagram)

Elzilda conta que chegou a se inscrever duas vezes na prova, mas não conseguiu entrar em sala de aula. Neste ano, a senhora fez a inscrição mais uma vez e após sofrer um acidente doméstico, havia perdido todas as esperanças em realizar o Enem.

Mas depois de um longo processo de recuperação ela pôde fazer a prova em sua primeira fase na última semana. A mãe conta que seu sonho é cursar psicologia. Elzilda conta também que a sua inscrição serviu de estímulo para a filha Mariana Carvalho, que desistiu do Enem 2020 no primeiro dia de prova.

Elas estudaram juntas e passaram o tempo conversando sobre temas relevantes para a prova, até o dia do exame. Contudo, para a surpresa delas, além de mãe e filha realizarem o exame no mesmo ano, coincidentemente, elas fizeram a prova na mesma sala.

Mãe e filha fazem ENEM juntas
Mãe e filha fazem ENEM juntas (Foto: Reprodução/ Instagram)

Sobre o exame que acontece amanhã, Elzilda desabafou: “A expectativa é a melhor possível para a prova. Tenho estudado bastante, mas sempre bate aquele nervosismo de não cair o assunto que estudei. Mas a gente fica na melhor expectativa possível, então tenho me preparado, me preparei esses três anos”, contou a candidata.