Maior museu do chocolate do mundo é inaugurado na Suíça e o espaço é de dar água na boca!

Na última segunda-feira, 14 de setembro, o país europeu recebeu grande atração chamada “Home of Chocolate”, a apenas 20 minutos do centro de Zurique

Resumo da Notícia

  • No dia 14 de setembro, a Lindt inaugurou o maior museu do chocolate do mundo
  • A atração é localizada a 20 minutos da cidade de Zurique e fica aberta da 10h às 18h
  • No final do tour o visitante ainda pode fazer o próprio chocolate com auxílio de chefs profissionais

Conhecida pelo fantástico chocolate, a Suíça, na última segunda-feira, 14 de setembro, ganhou um grande ponto turístico: o maior museu do chocolate do mundo. Batizado de Home of Chocolate, o que seria em português “Casa do Chocolate”, ele fica anexo à fabrica da Lindt, empresa dona do empreendimento, a 20 minutos do centro da cidade de Zurique.

-Publicidade-

Logo ao entrar, o visitante se depara com uma grande fonte de 9 metros de altura, com 1500 kg de chocolate. Sempre interativo, o museu traça o caminho do doce desde a natureza, com o cacau conquistando a Europa, até a fabricação industrial do chocolate pela Lindt e outras marcas suíças.

A fonte é abastecida com 1500 kg de chocolate (Foto: Reprodução/ Divulgação)

A boa notícia para os amantes do doce, é que o espaço não é só voltadas ao aprendizado cultural e histórico ou até fatos curiosos – a atração conquista o visitante pela barriga, oferecendo degustações ao longo do trajeto.

-Publicidade-

Para se preparar

A exposição tem início às 10h e está com as portas fechadas às 18h. O valor dos ingressos varia de acordo com a idade, custando R$87 para os adultos e R$58 às crianças. Mas se o visitante quiser, ainda pode preparar o próprio chocolate com a ajuda de chefe profissionais, pagando R$ 162 adicionais.

O visitante pode preparar o próprio chocolate (Foto: Repordução/ Divulgação)

Acima de tudo, o ponto turístico contém a maior loja da Lindt do mundo. Com 500 metros quadrados, ela é repleta dos mais variados produtos para deliciosamente recordar do tour e levar para casa. Não só, mas o café do museu também é cheio de comidas aos chocólatras, desde waffles a sorvetes cobertos com chocolates.

Em vídeo, o tenista Roger Federer, que também é embaixador da marca, mostra alguns pontos principais do museu àqueles que ainda não podem visitá-lo.

-Publicidade-