Família

Malvino Salvador fala sobre a vida em família: “A felicidade está nas pequenas coisas”

Foi assim, sem planejar que a família de Kyra e Malvino se formou. E foi assim também que eles descobriram que o acaso pode ser bom e que o momento da vida deles é esse, curtindo Ayra, Kyara e Sofia

Marina Paschoal

Marina Paschoal ,Filha de Selma e Antônio Jorge

Malvino é pai de Sofia, Ayra e Kyara (Foto: Thaís Galardi)

Você com certeza sabe quem é Malvino Salvador (seja dos personagens em novelas ou das campanhas publicitárias). Mas prepare-se: você está prestes a conhecer um lado do ator que, apesar de tímido nas redes sociais quando o assunto é a vida pessoal, nos provou ser um verdadeiro paizão – ainda que não tenha programado nenhuma das três filhas.

“Todas foram por acaso, mas mesmo assim foi muito maneiro. Sempre tive vontade de ter filhos, então quando aconteceu foi maravilhoso, foi uma coisa muito linda!”, ele lembra. Pai de Sofia, de 9 anos, fruto de seu relacionamento com Ana Ceolin, Ayra, de 4 e Kyara de 2, as caçulas de seu atual casamento com Kyra Grace, Malvino faz questão de acompanhar cada etapa do desenvolvimento das meninas.

“Cada dia é uma evolução, um aprendizado, e é isso que alimenta a minha própria vida, vê-las crescendo me realimenta!”, conta. Kyra, que é atleta e faz parte da famosa família de lutadores, não poderia deixar o esporte fora de casa – e nem conseguiria, já que Malvino também é adepto à luta. “O jiu jitsu não é só técnica, mas também filosofia e regra a nossa alimentação. As meninas ainda são pequenas, mas aos poucos a gente tenta trabalhar os tópicos como honestidade, respeito e benevolência, por exemplo. Aos poucos a gente tenta estimulá-las para que sejam pessoas do bem”, ela explica.

Ayra, que é a mais velha do casal, treina duas vezes por semana na academia da mãe, e já está na sua segunda faixa, a cinza. “Ela curte bastante, é prazeroso pra ela e é uma delícia pra gente poder fazer parte”, ela conta.

(Des) conectados
Como cada dia na vida de Malvino e Kyra é diferente, seja por conta das gravações dele em outra cidade ou as aulas que ela dá até tarde da noite, eles fazem questão de que as meninas tenham e sigam rotina regrada. Desde cedo na escola e creche, Ayra e Kyara têm o suporte de babá e motorista, mas os pais se revezam e fazem questão de pelo menos uma vez por semana levá-las e buscá-las nas aulas. “A gente acha extremamente importante essa coisa delas sentirem a nossa presença no dia a dia delas, sentir que estamos interessados em fazer parte”, ele explica.

Mas é no fim do dia, depois de assistirem a 1 hora de TV (sim, por lá o tempo de exposição às telas é restrito) e de jantar que o momento de carinho entre pais e filhas chega, com a leitura ao pé da cama. “Temos o costume de ler para elas antes de dormir, faz parte da nossa rotina para desacelerá-las, deixá-las mais calma para dormirem melhor. Além disso, já aproveitamos para estimular esse hábito na vida delas lá na frente”, Malvino conta.

E não para por aí. Em busca de uma vida cada vez mais saudável, eles também investem na diminuição de alimentos processados, açúcares industrializados e conservantes. “Nós não proibimos, mas evitamos”, ele explica.

“Família reunida é sinônimo de felicidade” (Foto: Thaís Galardi)

Juntos sempre – seja do jeito que for
Como Sofia mora com a mãe, em Brasília, e eles no Rio de Janeiro, os encontros entre as irmãs acabam tendo intervalos longos, geralmente em feriados prolongados e férias escolares. Mas eles são sempre bem aproveitados, com muitas brincadeiras e carinho. “A relação entre elas é ótima e nós estimulamos muito isso. Damos sempre um jeito de tê-la presente aqui em casa, mesmo ela não estando pessoalmente”, Kyra conta. E prova disso são os porta-retratos espalhados pela casa e as chamadas de vídeo feitas semanalmente para matar a saudade.

E não pense que as brincadeiras ficam só entre as irmãs, não. Como você pode ver nas fotos que ilustram essa matéria, pai e mãe entram na onda das meninas e se jogam no mundo do faz de conta quase que sempre. “A gente faz casinha usando travesseiros na cama e eu finjo ser o monstro, que não pode entrar na casa delas e aí no final a gente acaba correndo pelo apartamento inteiro. A coisa mais sensacional pra mim é estar em casa e elas me chamarem para brincar… Nossa, isso não tem preço!”, Malvino conta.

“A coisa mais sensacional pra mim é estar em casa e elas me chamarem para brincar”, conta Malvino (Foto: Thaís Galardi)

Susto bom!
Apesar da reviravolta com a chegada das meninas na vida de atleta dela e na de ator dele, não poderiam imaginar melhor momento para estarem vivendo. “A maternidade mudou a minha vida de diversas maneiras. Parece clichê, mas você realmente sente o amor fora do peito, é um amor maior que tudo, é aquela sensação de estar apaixonada, só que pra sempre”, Kyra define.

Para ele, as filhas mudaram tudo e em todos os sentidos da vida – mas isso não significa que eles se anulem e deixem de ter seus momentos românticos, por exemplo. “A gente estava planejando uma viagem esses dias e não daria para levar as crianças. Olhamos um para o outro e desistimos na hora!”.

É fácil de perceber, seja pela interação entre eles ou pela maneira que falam das filhas, que família é sim tudo para a família Grace Salvador. “Hoje eu sei o que é felicidade nas pequenas coisas. A minha alegria está em chegar em casa e receber um abraço, em ir buscar na escola e receber um sorriso”, ela resume. Malvino garante que ver as três juntas é o que realmente o deixa realizado. “Elas são tudo e mais um pouco! Família pra mim é porto seguro, não consigo me imaginar sem as minhas filhas”, ele finaliza.

Leia também:

Carlinhos Brown abre o coração sobre os 6 filhos: “Família é tudo e é o todo”

Marcos Pasquim fala sobre relacionamento com a filha: “Não consigo viver sem ela”

Mônica Benini fala sobre ser mãe: “A gente acha que sabe de tudo, mas na verdade não faz ideia”