Maravilha natural! Fotógrafo capta imagens do céu estrelado nas Cataratas do Iguaçu

11 profissionais conseguiram a permissão para fazer alguns registros no Parque Nacional do Iguaçu durante a noite e o resultado é de cair o queixo!

Resumo da Notícia

  • Fotógrafo capta imagens do céu estrelado nas Cataratas do Iguaçu
  • Ele e mais 11 profissionais conseguiram a permissão para fotografar no Parque Nacional do Iguaçu durante a noite
  • Para fazer as fotos, eles precisaram de muito preparo e uma mãozinha tecnológica
  • As imagens são de cair o queixo

O Parque Nacional do Iguaçu autorizou pela primeira vez a entrada de um grupo de fotógrafos para uma expedição noturna pela área das Cataratas do Iguaçu, em Foz do Iguaçu, no oeste do Paraná. A iniciativa foi conduzida pelo fotógrafo Victor Lima, que trabalha com astrofotografia. Junto a ele, outros 11 profissionais se uniram na missão e o resultado foi uma série de fotos inacreditáveis!

-Publicidade-
Parque Nacional do Iguaçu divulga fotos do céu estrelado nas Cataratas do Iguaçu (Foto: Victor Lima/ Divulgação / reprodução G1)

Para fazer as fotos, Victor usou a técnica fotográfica de longa exposição, na qual o sensor fica exposto por alguns segundos para captar a imagem. Esse recurso costuma ser muito utilizado em ambientes com pouca luminosidade, como no caso do parque.

Victor contou ao G1 um pouco sobre a experiência única. “Foi fantástico fazer o trabalho fotográfico nas Cataratas. Durante o dia o lugar já é maravilhoso, mas durante a noite eu ouso dizer que é ainda mais bonito. Pelo menos através das lentes, técnicas de captura, é possível revelar muita coisa que não imagina que vai ter no céu, em conjunto com a maravilha desse cenário”, disse ele.

Maravilha natural! Fotógrafo capta imagens do céu estrelado nas Cataratas do Iguaçu (Foto: Victor Lima/ Divulgação / reprodução G1)

O fotógrafo também disse que, para fazer as imagens, ele precisou de muito planejamento. Para isso, contou com uma mãozinha tecnológica, para saber exatamente onde os astros estariam posicionados durante as três noites da expedição.  “Dentro do planejamento estudo a movimentação dos astros, tudo isso astrofísica, uma matéria exata. Por isso precisa ser em uma determinada época do ano, em um determinado horário. No segundo semestre [de 2021], por exemplo, a Via Láctea começa a descer do lado da Argentina, então as fotos precisariam ser feitas de outra maneira”, disse ao G1.

Veja como são as Cataratas do Iguaçu a noite (Foto: Victor Lima/ Divulgação / reprodução G1)

Ele garantiu, ainda, que as fotos não contém nenhum tipo de montagem, passando apenas por um tratamento normal, com algumas alterações  de sombra, balanço de branco, contraste e saturação. O resultado é de cair o queixo!