Marcella Fogaça fala sobre diástase abdominal após nascimento das filhas gêmeas: “Não é nada agradável”

Sophia e Pietra são frutos do relacionamento da cantora com Joaquim Lopes

Resumo da Notícia

  • Nesta quarta-feira, 15 de setembro, Marcella Fogaça usou as redes sociais para contar que teve diástase abdominal após o nascimento das filhas;
  • Sophia e Pietra são frutos de seu relacionamento com Joaquim Lopes;
  • Ela fez um depoimento e recebeu o apoio dos fãs.

Nesta quarta-feira, 15 de setembro, Marcella Fogaça usou as redes sociais para contar que teve diástase abdominal após o nascimento das filhas, Sophia e Pietra, frutos de seu relacionamento com Joaquim Lopes. Ela fez um depoimento e recebeu o apoio dos fãs.

-Publicidade-

O problema é bem comum depois da gravidez e se trata do afastamento dos músculos da região. Além da flacidez na área, ainda pode causar dores nas costas. Nas redes sociais, Marcella explicou:  “Comecei o tratamento para minha ‘diástase de barriga de gêmeas”.

Marcella Fogaça mostra diástase abdominal (Foto: Reprodução/ Instagram)

“Estou com uma bem severa, são uns três dedos aqui na barriga. Eu fico fazendo touch screen com meu estômago. Não é nada agradável”, explicou. “Esse problema não é só uma questão estética, obviamente que isso me incomoda. Mas, também causa dor na lombar”, disse.

Marcella contou que fará um tratamento com uma fisioterapeuta. “Agora vou cuidar da mamãe, né gente?! Dor na lombar não dá, como é que carrega duas?”, brincou. O procedimento utiliza uma máquina que faz cerca de 20 mil contrações, em meia hora.

Marcella Fogaça mostra diástase abdominal (Foto: Reprodução/ Instagram)

Recentemente, Marcella Fogaça usou as redes sociais para desabafar com o fãs sobre como pretende educar as filhas: “Quando eu era criança e adolescente eu tinha poucas amigas. Eu não entendia a disputa que parecia existir entre as meninas, os grupinhos rivais, as críticas quando você era ‘diferente’ ( e eu era muito), essas coisas que na verdade depois percebi não serem nossa culpa”. Veja o relato completo aqui.