Marília Mendonça e a maternidade real: relembre os momentos mais marcantes da cantora como mãe

A cantora faleceu aos 26 anos de idade vítima de um acidente de avião na última sexta-feira, 5 de novembro. Marília era mãe de Léo – fruto do relacionamento com Murilo Huff

Resumo da Notícia

  • Marília Mendonça faleceu na última sexta-feira, 5 de novembro
  • A cantora estava indo de Goiânia a Minas Gerais para um show quando o avião que estava com a equipe caiu
  • Relembre os principais momentos da maternidade real da cantora

Na última sexta-feira, 5 de novembro, a cantora e compositora Marília Mendonça faleceu vítima de um acidente de avião. Ela tinha 26 anos de idade, e era mãe de Léo – fruto do relacionamento com Murilo Huff. Desde o começo da gestação até a chegada do filho, Marília sempre mostrou as dores e delícias da maternidade real aos seguidores das redes sociais. Por isso, relembre os momentos mais marcantes da cantora como mãe.

-Publicidade-

Homenagem

Após dar à luz primeiro filho, Marília Mendonça fez a primeira tatuagem em homenagem ao bebê – e escreveu Léo nos dedos das mãos.

A cantora decidiu homenagear o primeiro filho
A cantora decidiu homenagear o primeiro filho (Foto: Reprodução/ Instagram)

A foto da arte foi publicada no Instagram da cantora na época e, na legenda, a mãe de primeira viagem se declarou, “Com muito significado. #léo #todososcantos”.

Puerpério

Com muito humor, Marília constantemente atualizava os seguidores das redes sociais sobre o crescimento de Léo – e as dificuldades da maternidade durante este período. Logo após a chegada do primeiro filho com Murilo Huff, a cantora usou o Twitter para fazer uma brincadeira sobre o puerpério.

Marília brincou com seguidores do Twitter (Foto: Reprodução/ Twitter)

No post, a mãe publicou uma foto de um bebê dormindo tranquilamente ao lado de um meme de uma raposa cansada. Na legenda, ela explicou, “Sobre o puerpério: o filho/ a mãe”.

Exemplo para o filho

No começo do ano passado, Marília Mendonça se engajou para ajudar pessoas que estava passando dificuldades na pandemia. Por causa disso, realizou uma live para arrecadar fundos para vítimas do coronavírus.

Marília Mendonça e Léo
Marília Mendonça e Léo (Foto: Reprodução/ Instagram)

Na época, a mãe admitiu que desejava ser um exemplo para o filho, ” “Não só a classe artística, mas todos que puderem ajudar devem fazer isso. É um momento de união! Eu quero que o Léo me enxergue de todos os ângulos e não por ações isoladas, como eu olho para a minha mãe”, afirmou de acordo com a revista Quem.

Culpa materna

Marília Mendonça revelou que cogitou desistir da carreira para cuidar do primogênito Leo, de 1 ano. A cantora, em entrevista ao portal Splash, contou que se sentia culpada em voltar para o trabalho com um bebê dentro de casa e, por causa disso, pensou em se aposentar na música.

“Quando engravidei, pensei: ‘vou parar de cantar’. Quando nasce a mãe, nasce a culpa“, desabafou. “Só que depois entendi que o melhor para ele vai ser ele me ver feliz e eu jamais seria feliz abandonado algo que lutei bastante para conquistar, e eu vou deixar ele muito orgulhoso de mim”, ainda comentou Marília.

Tendo chegado ao mundo no fim de 2019, o filho da sertaneja com Murilo Huff chegou a assistir a mãe nos palcos pouco antes do início da pandemia do coronavírus – já que Marília continuou o trabalho até a reta final da gravidez, e logo depois da chegada de Leo. A mãe ciumenta ainda conta que sentiu a ausência do filho, que ficava com a mãe materna.

Marília Mendonça, Murilo Huff e Léo
(Foto: Reprodução / Instagram / @mariliamendoncacantora)

Contudo, a vida da família durante o isolamento social continuou, segundo Marília, ótima. “Me sinto até mal de falar sobre isso, porque não tem como falar aqui ‘aproveite seu aprendizado e tal’, porque seria muito egoísta”, desabafou, “Eu fui abençoada por, a minha família ninguém foi acometido por esse vírus. Meu filho é uma paz, a gente a brinca muito, a gente escuta música. Vi todas as fases que considero as mais importantes, ele começando a andar, a falar”.

Ser mãe

Marília também usou o Twitter para desabafar com os seguidores sobre as mudanças de perspectiva depois da chegada do filho. Por lá, no ano passado, a mãe admitiu que foi depois da chegada de Léo que percebeu como era uma pessoa completamente diferente.

Marília falou sobre maternidade no Twitter
Marília falou sobre maternidade no Twitter (Foto: Reprodução/ Twitter)

Nos tweets, a cantora comentou, “Ter um filho é ver que você era egoista SIM, e não aquela flor de laranjeira, do coração amável, que só pensa no próximo como você imaginava. é ver que você não é o centro das atenções e que nem é tão fraca como imaginava… que você aguenta SIM mais horas acordadas, mais horas sem comer, maia horas sem tomar banho, mais horas sem pensar só no seu umbigo”.

Em outra oportunidade, a mãe se declarou para o filho – também no Twitter. “Não foi nada fácil a caminhada até aqui. lidar com a mudança hormonal, precisar de cuidados e ter que cuidar da minha empresa, dos meus fãs, do meu trabalho ao mesmo tempo. foi a fase mais sensitiva e esclarecedora da minha vida. léo me fez conhecer muita gente”.

Marília falou sobre a chegada de Léo
Marília falou sobre a chegada de Léo (Foto: Reprodução/ Twitter)

“A cada dia que passa, eu tenho mais certeza de que Deus sabe mesmo o que faz. recebi um presente diretamente e vários outros, indiretamente. tudo se clareou na minha frente. pude conhecer a fundo cada um que me rodeia. teve gente que eu conheci e doeu, mas foi pro meu bem”.

E finaliza, “Meu relacionamento foi se tornando cada vez mais forte, envolvido por esse amor. filho não segura homi, viu? pelo contrário. bendito seja aquele que aguenta até o fim uma mulher grávida, mãe de primeira, pessoa pública, lidando com uma reviravolta na vida, no corpo, na alma! te amo. E as minhas conclusões são: eu amo a minha mãe muito mais agora (nem sabia que tinha + espaço), valorizo mt+ quem permanece ao meu lado, aprendi q amor n era aquilo q eu dizia nas músicas, descobri que minha força vai além d superar uma bad e q a minha maior conquista ta p nascer”.