Família

Matutaí: entenda o que vai rolar nas três palestras sobre educação e relação afetiva com seu filho

Você não vai querer perder!

Izabel Gimenez

Izabel Gimenez ,filha de Laura e Décio

Você não vai querer perder! (Foto: Getty Images)

Nas próximas semanas vai rolar um evento superlegal na Graded com três convidados especiais para conversar sobre educação e relação afetiva com os filhos. Cada um dos palestrantes promete vir com uma visão diferente do assunto para entregar o máximo de visões diferentes sobre o assunto.

Conversamos com a Roberta e Taís Bento, fundadoras da SOS Educação e colunistas da Pais & Filhos, sobre a educação socioemocional, ela explica que os pilares são a autoconsciência, o autocontrole, a consciência social, as habilidades de construir relações e a tomada de decisões responsáveis.

O evento é uma Roda de Encontros Matutaí  e vai acontecer as quinta-feiras às 18:15, dá uma olhada na programação:

21/03 – Inteligência emocional com Sel Bonassi: Através de um olhar sensível, a convidada a aproxima da realidade da criança, ajudando a lidar com as saias justas em que os filhos nos colocam nos momentos de birra, mentira, mordida, frustração, egoísmo, etc.

11/04 – O despertar do jovem leitor com Dante Gallian: Quando se vive uma experiência arrebatadora, esse pode ser um despertar para novas inspirações, mais criatividade e alegria. Esse encontro pretende ajudar os pais a revelarem para os filhos a beleza das artes, como uma nova perspectiva para a estética, a música e principalmente a literatura.

2/05  – Conflito entre irmãos com Adri Dayan: Os filhos nos colocam diariamente em situações conflituosas cuja saída é difícil de achar. Quando pais mediam as brigas, muitas vezes agravam as crises ao invés de resolver a questão. Por isso, ela vai falar sobre as ações que reforçam os conflitos e boas formas de desatar esses nós.

Leia também: 

Virou lei! Todas as escolas terão que dar educação socioemocional para as crianças 

5 passos para estimular a inteligência emocional do seu filho 

Você sabia que educação emocional virou matéria escolar?