Médico denunciado por Shantal está sendo investigado

O Conselho Regional de Medicina de São Paulo (Cremesp) iniciou um processo de investigações ao Dr. Renato Kalil, responsável pelo parto da influenciadora digital

Resumo da Notícia

  • Shantal fez denúncia contra o médico responsável pelo seu parto
  • Áudios foram vazados sobre o assunto
  • O Conselho Regional de Medicina de São Paulo está investigando o caso

Na última sexta-feira, dia 10 de dezembro, um áudio de 5 minutos e alguns vídeos gravados pelo marido de  Shantal, Mateus Verdelho, foram vazados na internet. No conteúdo compartilhado, a influenciadora comentou sobre o caso de violência obstétrica que sofreu durante o parto da filha caçula, Domenica, que nasceu em setembro deste ano.

-Publicidade-

No entanto, nesta segunda-feira, 13 de dezembro, o Conselho Regional de Medicina de São Paulo (Cremesp) iniciou um processo de investigações ao médico Renato Kalil. O caso foi negado pelo obstétrica. “O parto aconteceu sem intercorrência e foi elogiado por ela em suas redes sociais durante 30 dias”, afirmou ele.

O ofício das apurações ficará em sigilo, portanto o Cremesp não deixou mais detalhes sobre o assunto. Devido ao ocorrido, a influenciadora digital, afirmou que ficará um período afastada das redes sociais para estar com a família.

Shantal se pronuncia após violência obstétrica
Shantal se pronuncia após violência obstétrica (Foto: Reprodução Instagram @shantal)

Entenda o caso

No áudio vazado, Shantal desabafa para um grupo íntimo de amigas sobre o terror e humilhação que viveu no dia no nascimento da bebê. De acordo com ela, o ginecologista e obstetra Renato Kalil agrediu o seu corpo, comentou de maneira invasiva para terceiros sobre o órgão íntimo da influenciadora, além de tê-la ofendido verbalmente em diversas oportunidades. “Descobri que ele falou da minha parte íntima para outras pessoas.” , relembrou Shantal.

A influenciadora conta ainda que o médico a teria violentado e que as imagens gravadas por uma GoPro do companheiro no dia do parto mostram cenas de violência explícitas. “Simplesmente, quando a gente assistia ao vídeo do parto, ele me ofendia o trabalho de parto inteiro”, desabafou.

Ainda segundo ela, Renato Kalil mostrou as partes íntimas de Shantal para Mateus Verdelho logo após o parto. E disse coisas pessoais para Mateus. “Ele não tinha que fazer isso. Ele nem sabe se eu tenho tamanha intimidade com meu marido”, lamentou Shantal.

A assessoria do ginecologista se pronunciou logo após o vazamento do áudio e dos vídeos da influenciadora na internet, que afirmou ainda ter mostrado todo o vídeo para ele.

“O Dr. Renato Kalil é médico obstetra ginecologista há 36 anos, sendo um dos médicos mais reconhecidos do Brasil. Ao longo de sua carreira, já efetuou mais de 10 mil partos, sem nenhuma reclamação ou incidente. O parto da Sra. Shantal aconteceu sem qualquer intercorrência e foi elogiado por ela em suas redes sociais durante trinta dias após o parto. Surpreendentemente, o Dr. Renato Kalil começou a receber, nos últimos dias, ataques com base em um vídeo editado, com conteúdo retirado de contexto. A íntegra do vídeo mostra que não há nenhuma irregularidade ou postura inapropriada durante o procedimento. Ataques à sua reputação serão objeto de providências jurídicas, com a análise do vídeo na íntegra”.