Meghan Markle comenta livro que irmã está escrevendo sobre realidade da família: “Má e controladora”

Um amigo da duquesa contou ao The Sun o que ela está pensando sobre a autobiografia, que pretende mostrar a realidade da família

Resumo da Notícia

  • Meghan Markle dá opinião sobre livro que irmã está escrevendo
  • O livro contará a história por trás das câmeras
  • Veja mais

Um amigo de Meghan Markle afirmou que ela “não está preocupada” com o lançamento do livro da meia-irmã Samantha. De acordo com informações do jornal britânico The Sun, a autobiografia de Samantha Markle deve criticar o tratamento que Meghan dá ao pai e à família. Mas, apesar das alegações de que ela está preocupada com o conteúdo do livro, um amigo próximo da Duquesa disse que o livro mal foi registrado no radar de Meghan.

-Publicidade-
Ela abriu o jogo sobre a biografia Foto: reprodução / Instagram @sussexroyal)

O livro, chamado “O Diário da Irmã da Princesa Pushy: Parte 1”, tem o propósito de mergulhar na vida da realeza – apesar de Samantha ter visto a meia-irmã Meghan pela última vez em 2008. Em declarações à Vanity Fair, eles disseram: “Meghan não vê Samantha há anos, então a ideia de que ela está preocupada com o livro é um absurdo. Ela mal conhece Samantha, eles não se veem há quase 20 anos”.

Mas, de acordo com fontes do The Sun, Meghan também está pensando em escrever um livro – e recebeu inúmeras ofertas de editoras. “Meghan tem alguns negócios de livros muito sérios sobre a mesa. Eles estão todos em consideração”, contou a pessoa, cujo nome não foi revelado.

A autobiografia de Samantha Markle afirmou sensacionalmente que Meghan e a família real deveriam ter adiado o casamento para que Thomas Markle pudesse comparecer depois que ele teve um ataque cardíaco. Ela também afirma que Meghan era “controladora” em relação ao pai e prometeu aos leitores que eles descobririam que “a verdade é mais estranha que a ficção”.

Em uma passagem, Samantha escreve que o pai pareceu chateado quando ela ligou para falar com ele antes do casamento.  “Eu disse: ‘Pai, o que está acontecendo, o que há de errado?’. Ele disse, ‘Isso é realmente estranho, ela não é a mesma. Quando Harry está na sala, ela é muito doce e uma pessoa diferente, mas quando ele sai da sala, ela é má e controladora'”, diz a passagem.

Samantha, que mora na Flórida, completou o tão aguardado livro de memórias quatro anos depois de anunciar que havia começado a escrever. E ela diz que já começou um segundo livro.